Comparativo entre os e-readers Kindle, Kobo e Lev (atualizado em 19/10/2017)

Com o lançamento do Lev, o e-reader da Saraiva, temos agora mais uma opção no mercado para quem tem interesse em adquirir um dispositivo para leitura de ebooks. Por isso, eu resolvi preparar um comparativo entre os modelos concorrentes das três linhas de e-readers para ajudá-lo a escolher a melhor opção para você: o Kindle da Amazon, o Kobo da Livraria Cultura, e o Lev da Saraiva.

É importante enfatizar que todos os modelos que apresentarei neste post são de e-readers com tela e-Ink, que é aquela tela que não utiliza nem a tecnologia LCD e nem LED, que permite que a imagem seja apresentada sem emissão de luz (alguns modelos possuem uma iluminação para leitura, mas não é a mesma coisa, a iluminação é lateral e tem menor incidência nos olhos). Por isso, ela tende a ser mais agradável para a leitura, em comparação com as outras tecnologias.

Outro ponto importante é lembrar que os e-readers são leitores eletrônicos de livros. Você não consegue instalar aplicativos neles, nem jogos (note que os modelos Kindle Fire são tablets, não são e-readers). E-readers foram concebidos para substituir o livro impresso, para os usuários que queiram apenas ler livros. Para uma melhor explicação sobre a diferença entre tablets e e-readers, leia este post.

Importante:

  • Na atualização de 10/04/2017 entraram os novos modelos do Lev, o Lev Neo e o Lev Fit, e os modelos antigos foram retirados.
  • Na atualização de 19/10/2017, após vários meses, verificamos que o Kobo Touch voltou a ser vendido no site da Livraria Cultura, mas é o único modelo da linha Kobo atualmente disponível para venda.

Comparação dos modelos básicos

Vamos começar a comparação com os modelos básicos das linhas Kindle, Kobo e Lev, comparando as características dos equipamentos equivalentes destas três famílias de e-readers. São eles: Kindle (atualmente chamado de “Novo Kindle”), Kobo Touch e Lev Fit (clique nos links para ir para os sites dos fornecedores).

A maior diferença entre estes modelos e os que veremos no próximo tópico é que estes não possuem iluminação embutida para leitura em ambientes escuros.

Note que as informações que constam nesta tabela foram obtidas nos sites dos respectivos fornecedores, exceto onde indicado.

Novo Kindle Kobo Touch Lev Fit *
Tela Tela de 6″ com tecnologia Paperwhite E Ink Pearl™, 167 ppi, escala com 16 níveis de cinza 6″ Pearl E Ink touch screen Vizplex V220 display 16 níveis de cinza Tela E-ink® Carta de 6”, 16 tons de cinza (com tratamento anti-glare), resolução 600 x 800, 167 dpi
Iluminação embutida não não não
Dimensões 16,0 x 11,5 x 0,91  cm 16,5 X 11,4 X 1 cm 15,5 x 11,6 x 8 cm
Peso 161 gramas 185 gramas 130 gramas
Processador (não informado) 800 MHz Cortex A8 1GHz
Interface Tela sensível ao toque Tela sensível ao toque Tela sensível ao toque capacitiva
Armazena-
mento
4 GB 2GB, sendo 1GB disponível para conteúdo 4 GB
Tempo de Bateria Uma única recarga com a capa dura até quatro semanas, baseado no uso de 30 minutos por dia com wireless desligado. Duração da bateria irá variar de acordo com uso do wireless. Mais de 1 mês (dependendo do uso pessoal, duração pode variar) 1 mês (com wi-fi desligado; varia de acordo com o uso)
Conectivi-
dade
Suporta Wi-Fi b/g/n e protocolos de segurança WEP, WPA, e WPA2 utilizando autenticação de senha ou Wi-Fi Protected Setup (WPS) Wi Fi 802.11 b/g/n Wi-Fi (802.11 b/g/n)
Expansão de memória Não possui aceita cartão de memória SD de até 32 GB slot para cartão microSDHC
Formatos suportados de ebooks Kindle Format 8 (AZW3), Kindle (AZW), TXT, PDF, MOBI desprotegido e PRC normalmente; HTML, DOC, DOCX, JPEG, GIF, PNG e BMP via conversão pela Amazon. EPUB, PDF e MOBI EPUB, PDF, HTML, TXT, FB2, DJVU
Outros recursos de destaque PDF Reflow; botões físicos para mudança de páginas
Preço no Brasil R$299,00 R$299,00 R$299,00

OBS:

  • Na linha “Formatos suportados de ebooks”, eu destaquei somente os formatos de ebooks, sem incluir na tabela os formatos de outros tipos de arquivo, como imagens, áudio, quadrinhos, etc. Para ver todos os formatos suportados, clique no link que te leva à página do fornecedor.
  • O preço dos e-readers indicados na tabela são aqueles praticados quando este post foi publicado. Confira os preços antes de decidir pela compra de qualquer um destes dispositivos.
  • (*) Grande parte das informações sobre o Lev Fit foram obtidas no site da Bookeen, o fabricante, pois não encontramos estas informações no site da Saraiva. Destacamos estas informações em itálico, pois ainda não termos certeza se houve alguma modificação no modelo comercializado no mercado brasileiro.

Comparação entre os modelos com iluminação embutida

Agora vamos comparar os modelos de e-readers de cada linha que oferece iluminação embutida para leitura em ambientes escuros ou com pouca luz. São eles: Kindle Paperwhite, Kobo Glo HD* (este modelo foi removido do site da Livraria Cultura) e Lev Neo  – clique nos links para ir para os sites dos fornecedores.

Note que as informações que constam nesta tabela foram obtidas nos sites dos respectivos fornecedores, exceto onde indicado.

Kindle Paperwhite Kobo Glo HD *
Lev Neo **
Tela Tela Paperwhite de 6″ display com tecnologia “Carta e-paper” e iluminação embutida, 300 ppi, tecnologia de fontes otimizadas e 16 níveis de cinza. Resolução: 1440 x 1080 pixels Tela Carta E Ink HD de 6 pol, resolução 1448 x 1072 pixels, 300 ppi Tela E-ink® Carta de 6”, 16 tons de cinza (com tratamento anti-glare), resolução 1024 x 768 pixels (213 dpi)
Iluminação embutida sim, 4 LEDs sim sim
Dimensões 16,9 X 11,7 X 0,91 cm 15,7 X 11,5 X 0,9 cm 15,5 x 11,6 x 8 cm
Peso 206 gramas (modelo wi-fi) / 217g (modelo wi-fi + 3G) 180 gramas 140 gramas
Processador (não informado) 1 GHz Cortex A8 1GHz
Interface Tela sensível ao toque Tela sensível ao toque Tela sensível ao toque capacitiva
Armazena-
mento
4 GB 4 GB 8 GB
Tempo de Bateria Uma única carga dura até seis semanas, baseando-se em uma leitura diária de meia hora. não informado 1 mês (com wi-fi desligado; varia de acordo com o uso)
Conectivi-
dade
Wi-Fi nos padrões 802.11b, 802.11g, ou 802.11n com suporte a protocolos de segurança WEP, WPA e WPA2 ou WPS / Modelo wi-fi + 3G também inclui modem HSDPA (3G) com opção de EDGE/GPRS; cobertura wireless via provedor de dados 3G Wi Fi 802.11 b/g/n Wi-Fi (802.11 b/g/n)
Expansão de memória Não possui Não possui slot para cartão micro SDHC
Formatos suportados de ebooks Kindle (AZW), TXT, PDF, MOBI sem proteção e PRC nativamente; HTML, DOC e DOCX através de conversão pela Amazon. EPUB, EPUB3 PDF e MOBI EPUB, PDF, HTML, TXT, FB2, DJVU
Outros recursos de destaque PDF Reflow; botões físicos para mudança de páginas
Preço no Brasil R$479,00 (modelo wi-fi) / R$699 (modelo wi-fi + 3G) R$599,00* R$479,00

OBS:

  • A única informação que consta no site da Saraiva sobre a duração da bateria dos e-readers Lev é “semanas de leitura”. Após a publicação deste post, a leitora Denise (obrigada!) informou que são “3 semanas de leitura” (vide comentário após o post).
  • Na linha “Formatos suportados de ebooks”, eu destaquei somente os formatos de ebooks, sem incluir na tabela os formatos de outros tipos de arquivo, como imagens, áudio, quadrinhos, etc. Para ver todos os formatos suportados, clique no link que te leva à página do fornecedor.
  • O preço dos e-readers indicados na tabela são aqueles praticados quando este post foi publicado. Confira os preços antes de decidir pela compra de qualquer um destes dispositivos.
  • (*) Na atualização de 10/04/2017, o Kobo Glo HD não aparece mais na Livraria Cultura, ele foi removido.
  • (**) Grande parte das informações sobre o Lev Neo foram obtidas no site da Bookeen, o fabricante, pois não encontramos estas informações no site da Saraiva. Destacamos estas informações em itálico, pois ainda não termos certeza se houve alguma modificação no modelo comercializado no mercado brasileiro.

Comparação entre os modelos “de ponta”

Tanto a linha Kindle quanto a Kobo atualmente possuem modelos superiores aos seus modelos tradicionais com iluminação embutida, por isso, achei melhor colocá-los em uma tabela separada, pois em termos de preços eles são concorrentes entre si, e não necessariamente com os modelos anteriores. Então aqui veremos o Kindle Voyage, o Kindle Oasis e o Kobo Aura H2O (este modelo de Kobo foi removido do site da Livraria Cultura).

Kindle Voyage Kindle Oasis Kobo Aura H2O*
Tela Tela de 6″ com tecnologia “Carta e-paper” e iluminação que se ajusta automaticamente, 300 ppi, escala com 16 níveis de cinza Tela de 7″ com tecnologia Paperwhite E Ink Carta™ e iluminação que se ajusta automaticamente, 300 ppi, tecnologia de fonte otimizada e escala com 16 níveis de cinza Tela Carta E-Ink HD extra grande sensível ao toque de 6,8 pol. e tablet-grade de alta resolução de 1430 x 1080, 265 dpi
Iluminação embutida Sim – 6 LEDs
+ iluminação automática
Sim – 12 LEDs
com melhor distribuição ao longo da página
sim
Dimensões 16,2 x 11,5 x 0,76 cm 15,9 x 14,1 x 0,34-0,83 cm 17,9 x 12,9 x 0,97 cm
Peso 188 gramas 194 gramas 233 gramas
Processador (não informado) (não informado) 1 GHz
Interface Tela sensível ao toque + PagePress Tela sensível ao toque
+ botões de virada de página
Tela sensível ao toque
Armazena-
mento
4 GB 8 GB 4 GB
Tempo de Bateria Carga completa dura aproximadamente seis semanas, baseado no uso de 30 minutos por dia com wireless desligado e iluminação no nível 10. A duração de bateria pode variar conforme as configurações de iluminação e o uso da rede wireless Uma única recarga dura até seis semanas, baseado no uso de 30 minutos por dia com wireless e bluetooth desligado e iluminação no nível 10. A duração de bateria pode variar conforme as configurações de iluminação e o uso da rede wireless Até 2 meses (Com base em 30 minutos de leitura por dia com o ComfortLight ligado ou desligado e o Wi-Fi desligado)
Conectivi-
dade
Suporta Wi-Fi b/g/n e protocolos de segurança WEP, WPA, e WPA2 utilizando autenticação de senha ou Wi-Fi Protected Setup (WPS) Suporta Wi-Fi b/g/n e protocolos de segurança WEP, WPA, e WPA2 utilizando autenticação de senha ou Wi-Fi Protected Setup (WPS) Wi-Fi 802.11 b/g/n
Expansão de memória Não possui Não possui aceita cartão de memória micro SD de até 32 GB
Formatos suportados de ebooks Kindle Format 8 (AZW3), Kindle (AZW), TXT, PDF, MOBI sem proteção, PRC naturalmente; HTML, DOC, DOCX, JPEG, GIF, PNG, BMP por conversão pela Amazon. Kindle Format 8 (AZW3), Kindle (AZW), TXT, PDF, MOBI sem proteção, PRC naturalmente; HTML, DOC, DOCX, JPEG, GIF, PNG, BMP por conversão pela Amazon. EPUB, ePUB3, PDF e MOBIM
Outros recursos de destaque Tecnologia PagePress – permite mudar as páginas com um toque em uma área da moldura; ajuste automático da intensidade do brilho da tela Inclui botões de virada de página e é à prova d’água (IPX8, testado para suportar imersão de 2 metros em água doce por até 60 minutos) À prova d’água (Certificado IP67, ele pode ser imerso por até 30 minutos, sob até 1 metro de água, se estiver com a tampa de vedação fechada)
Preço no Brasil R$899,00 R$1.149,00 R$799,00*

OBS:

  • Na linha “Formatos suportados de ebooks”, eu destaquei somente os formatos de ebooks, sem incluir na tabela os formatos de outros tipos de arquivo, como imagens, áudio, quadrinhos, etc. Para ver todos os formatos suportados, clique no link que te leva à página do fornecedor.
  • O preço dos e-readers indicados na tabela são aqueles praticados quando este post foi atualizado. Confira os preços antes de decidir pela compra de qualquer um destes dispositivos.
  • * Na atualização de 02/02/2017, foi verificado que o Kobo Aura H2O foi removido do site da Livraria Cultura. Eu o mantive na tabela acima apenas como referencial de comparação.

Como você pode perceber, estes modelos “de ponta” oferecem funcionalidades diferentes, ao contrário dos demais. Por isso, eu recomendo que você leia outros posts para conhecer melhor estes modelos: Kobo H2O; Comparação entre o Novo Kindle Paperwhite e o Kindle Voyage.

Conclusão

Eu espero que esta tabela possa ajudá-lo a analisar as características de cada modelo mais facilmente. Lembrando que a escolha do melhor e-reader não depende apenas das características técnicas, por isso eu recomendo que você leia o post Dicas para escolher o melhor e-reader para você, onde eu falo sobre os fatores que considero mais importantes na escolha de um e-reader, além das características de cada modelo. Se você está pesquisando para comprar um e-reader, eu considero este post uma leitura obrigatória!

O que você achou deste comparativo? Algo te chamou a atenção ao comparar os modelos? Compartilhe conosco sua opinião!

Autor: Cristiane Ferreira

Cristiane Ferreira trabalha há 24 anos com Tecnologia da Informação, principalmente na área de Internet. Ela curte tecnologia e gosta muito de escrever, e também gosta de ajudar as pessoas a navegar no mundo dos eletrônicos e Internet.

Compartilhe este artigo no

381 Comentários

  1. Boa tarde!

    Eu comprei o Lev sexta-feira passada (22/08) e quando terminou a bateria no domingo deixei carregando durante a tarde. Para minha surpresa hoje pela manhã (4 dias depois) a bateria já terminou. Ou ele está com problema ou essas três semanas de leitura são para quem lê 15 minutos por dia.

    Envie uma resposta
    • Tatiana, é difícil estimar, mas me parece que de fato a bateria está durando menos do que o esperado. O seu Lev é o com luz? Você o utilizou com o wi-fi ligado? Eu sugeriria desligar o wi-fi durante a leitura, só para fazer um teste para ter uma noção do tempo de bateria, não definitivamente, e manter a luz no mínimo ou desligada, pois imagino que tenha sido assim que eles tenham estimado o tempo de duração de bateria. Faça este teste para ter uma noção do consumo, para ver se realmente está inferior ao esperado.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
      • Olá

        Obrigada pelo retorno. Normalmente o wi-fi fica desligado, pois só conecto em casa; e quanto a luz eu deixo ativada somente na leitura à noite. Mas eu acho que o problema é a bateria mesmo, pois no manual diz que a luz fica laranja enquanto carrega e verde depois de carregada e que o tempo para a carga de 100% é de 5 horas. Quando ele descarregou ontem pela manhã, o desenho da bateria ainda tinha várias barras, quando conectei o carregador a luz ficou vermelha e duas horas depois estava apagada. Eu ainda deixei mais umas 4 horas para garantir. Hoje fui até a loja para trocar, mas eles estavam sem o modelo com luz. Como o meu prazo para troca vencia hoje, eles fizeram uma nota anexada a nota fiscal dizendo que eu fui lá trocar no dia certo, mas não tinha o aparelho. Espero que chegue logo, mas enquanto não chegar, vou fazer esses testes de deixar desligado quando não usar, o wi-fi desativado e sem luz. Vamos ver quanto dura nesses caso.

        Abraço

        Envie uma resposta
        • Tatiana,

          Quando carrego meu Lev, a luz fica vermelha e quando ele está carregado a luz se apaga. Em relação a isso, creio que está tudo bem.

          Abraço.

        • Tatiana, na dúvida é melhor trocar mesmo. Espero que você não tenha mais problemas com o novo equipamento…
          Um grande abraço.

  2. O meu LEV também fica a luz vermelha enquanto está carregando e esta luz apaga quando a carga está completa. Logo, acho que esta coisa da luz ficar laranja e verde deve ser erro do manual.

    Envie uma resposta
    • Olá Márcia

      Pois é já me falaram isso da luz, mas no meu caso eu comprei no dia 22/08, tive que carregar dia 24/08, depois carregar novamente 27/08 e dia 30/08 fiquei sem bateria mais uma vez. Isso que eu deixo ele desligado durante à noite e quando fico mais tempo sem usar; quando sei que vou ler em seguida deixo no descanso. O wi-fi sempre desligado e a luz ativada somente à noite. Acho que durar 3 semanas é difícil, mas menos de 48 horas é problemático. Já fui na saraiva onde fiz a compra e eles vão trocar, o problema é que esse modelo está em falta. Assim que chegar eles me ligam.

      Envie uma resposta
  3. Cris, parabéns e mto obrigado pelos seus posts!
    Passei na Saraiva e achei o Lev excelente (apesar que eu gostaria de uma tela maior, mas acho q supero esse detalhe). Pois bem, viajarei aos EUA em 20 dias; vc, no meu lugar, compraria um Lev aqui ou tentaria um Kindle por lá (mesmo seminovo)?

    Envie uma resposta
    • Araujo,
      A minha preocupação com o Lev é com relação a comentários de alguns leitores que estão tendo problemas com ele, e principalmente com o suporte da Saraiva. Com base nisso, pelo menos neste momento enquanto a Saraiva ainda parece estar “arrumando a casa”, o Kindle me parece uma melhor escolha (dê uma olhada nos comentários deste post e do post sobre o lançamento do Lev para você ter uma ideia).
      Mas na minha opinião, o fator mais importante na escolha é a loja, pois é lá onde você irá adquirir os ebooks. Eu sugiro você navegar na Cultura, Saraiva e Amazon e pesquisar por ebooks que você gostaria de comprar, checar preços, disponibilidade, etc. Você pode também instalar os aplicativos e testá-los com ebooks gratuitos, assim terá uma boa ideia de como funciona todo o ambiente de cada loja. Dê uma olhada neste post:
      http://www.vidasempapel.com.br/melhor-e-reader-para-voce/
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
      • Olá, Cris! Lamento muito os problemas que o pessoal tem tido e tb o suporte fraco da Saraiva, pois o Lev supera os outros em quantidade de formatos suportados e tb quanto à expansão de memória… esses são os pontos positivos que me deixam a paquerar o Lev… embora com medo, pensarei em dar uma chance à Saraiva – apesar do preço, pois poderiam nos dar uma ajuda nesse sentido.
        Muito obrigado pelos posts e por ajudar-nos. grande abraço.

        Envie uma resposta
        • Obrigada, Araújo!
          Como eu costumo dizer, cada usuário tem suas necessidades, e o que é bom para um não é necessariamente a melhor opção para outro.
          Vale a pena pesquisar para escolher a melhor opção para si.
          E quanto à Saraiva, estou muito desapontada com a falta de suporte aos usuários que estão tendo problemas com o Lev. Isso é inaceitável vindo de uma empresa do porte da Saraiva.
          Um grande abraço!

  4. Comprei o LEV com luz neste sábado. E sinceramente, foi no impulso, pois ultimamente tenho preferido ler e-book’s. Se eu tivesse lido os valiosos artigos da Cris Ferreira sobre o assunto antes certamente teria optado pelo Kindle Paperwhite. Pelo que vi o touch é bem mais rápido e o suporte é excelente. Notei que o LEV não tem o touch tão rápido. Além do mais, percebi que a função que procura no dicionário a palavra selecionada não funciona em todos os e-books. Fora que alguns e-books que já vêm de brinde, como os best-sellers parecem estar incompletos. Parecem uma amostra. No site reclame aqui está cheio de queixas nesse sentido, muitas iguais. Semelhantes mesmo. Mas fica a dica, pessoal, analisem bem antes de comprar. Se fosse hoje, com as informações da Cris que li aqui, eu certamente iria de Kindle. Sem dúvidas! Abraços!

    Envie uma resposta
    • Oi João, espero que apesar de tudo o Lev seja muito útil para você, e que você possa ler bastante nele.
      E agradeço sua opinião, sei que será valiosa para quem está pesquisando para comprar um e-reader.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  5. Parabéns Cris pelos artigos, muito bem informativos e bem escritos, muito bom de se ler mesmo. Estou num processo de compra de um e-reader: estou entre o Kindle Paperwhite e o Kobo Aura HD. Meus objetivos principais são o estudo para concursos públicos (materlal fartíssimo em PDFs) e leitura em geral (a que denomino de leitura de relaxamento, rsrsrs). Fiquei feliz em saber que é possível fazer conversões satisfatórias de epub e pdf para mobi, o que me deixou mais inclinado para o Kindle. Um problema que vejo no Kobo é de estar centralizado na Livraria Cultura. Ela é a que tem o mais vasto acervo de livros impressos, há livros que só encontrei lá (entre as livrarias brasileiras), mas o problemão é que ela é dura na queda para promoções interessantes. Não sei qual é a dela em relação ao Kobo, não reduz o preço por nada, não faz promoções nunca. Claro, se faz, deve ser duas a três vezes por ano. Difícil dessa forma. Já o Kindle vejo com preços promocionais muito bons com frequência. Ou o Kobo está vendendo muuuuuito ou a Livraria Cultura está fora da realidade e vai perder muito terreno.
    Abraços!

    Envie uma resposta
    • Daniel,
      Sobre a conversão dos arquivos PDF, eu sugiro que você já faça alguns testes com o Calibre e/ou o k2optpdf para ver se você consegue resultados satisfatórios para ler os arquivos PDF. Eu digo isso pois, se não conseguir, talvez seja uma opção melhor você adquirir um tablet ao invés de um e-reader, pois com o tablet há inúmeros aplicativos de leitura de PDF, e você pode também instalar as apps do Kindle e do Kobo para ler os ebooks que são vendidos na Amazon e na Cultura no mesmo dispositivo.
      É claro que com isso você acaba abrindo mão da tela e-Ink, que é uma diferença enorme quando você se propõe a ler por períodos mais prolongados…
      Quanto aos preços, a Amazon trouxe essa mentalidade de promoções de sua loja americana. Nem sei te dizer quantos ebooks que eu já comprei por volta de US$0,99, isso sem contar a quantidade enorme de excelentes ebooks gratuitos que eu já obtive também aproveitando promoções da loja americana (a maioria das promoções de lá valem para a loja brasileira também). Quanto à Cultura, eu já cheguei a pesquisar, para poder postar no Facebook quando há promoções, mas só vejo promoções lá quando a promoção acontece também na Amazon e na Saraiva, ou seja, deve ser uma promoção feita pela editora e não pela loja.
      Bem, dê uma pensada e se tiver mais dúvidas, pode perguntar.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  6. Em primeiro lugar, parabéns pelo post, Cris! Já faz um bom tempo que estou pesquisando, mas confesso que ainda continuo em duvida quanto ao LEV ou Kindle. Meu foco é estudar para concursos, tenho muitos EPUB’S e PDF’S por isso estou pendendo para o LEV, contudo vi que é possível realizar facilmente a conversão para os formatos do kindle. Outra coisa, com relação à assistência técnica, se por ironia do destino o kindle apresentar problemas depois da garantia, a quem recorrer?!?!

    Envie uma resposta
    • Roberto, uma amiga teve problema com o Kindle, e mesmo passando a garantia, a amazon recebeu o kindle dela, não houve possibilidade de reparo, e enviaram um kindle novo, de modelo mais atualizado.

      Envie uma resposta
      • Francielle, legal você ter compartilhado esta experiência. Eu nunca precisei usar a parte de assistência técnica em si da Amazon, mas já usei o suporte para esclarecer dúvidas, e sempre tive um ótimo atendimento.
        É muito bom saber que em questão de reparos eles também são eficientes.
        Obrigada!

        Envie uma resposta
    • Roberto, sobre assistência técnica, se você vir os comentários dos outros leitores neste post e no post sobre o lançamento do Lev, você verá que na verdade quem está com problemas sobre isso é a Saraiva. O Lev é produzido na França, e me parece que a Saraiva está tendo muitos problemas para dar suporte aos usuários.
      Quanto à Amazon, veja os comentários, que eu ecoo, dizendo que o suporte da Amazon é excelente. Quanto a isso, eu acredito que você não terá problemas (existem exceções, é claro, mas de regra o suporte é excelente).
      E você já avaliou o Kobo? Talvez seja uma opção para você. Mas, na minha opinião pessoal, o Kindle é superior.
      Ah, dê uma lida neste post, pois na escolha do e-reader, não é só uma questão de qual é o melhor, mas também da loja onde você pretende comprar seus ebooks, veja:
      http://www.vidasempapel.com.br/melhor-e-reader-para-voce/
      Espero ter ajudado. Se tiver mais alguma dúvida, é só perguntar.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  7. Só um ponto, o Kindle Paperwhite está com 4GB de memória interna agora, mas a memória em nuvem é ilimitada.

    Envie uma resposta
    • Bem lembrado, Francielle. A Amazon fez o upgrade na surdina, nem divulgou (acho que para o pessoal não deixar de comprar para esperar a versão nova).
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  8. Comprei o LEV!
    Pessoal, acho o Kindle um forte concorrente pro Lev (a Saraiva poderia barateá-lo e tentar dominar esse mercado, mas sabe como que é né….).
    Comprei o Lev com Luz – motivos: lê muitos formatos sem precisar de conversão, tem expansão de memória (além dos 4Gb internos) via microSD de até 32Gb, tem o PDF Reflow (reorganiza os parágrafos do seu pdf quando vc dá zoom – daí não precisa “movimentar sua tela” pra ler o restante do texto que ultrapassou a margem. Ele é multi-touch (utilizando os dois dedos ao mesmo tempo vc pode dar zoom aumentando a letra)
    Realmente a resposta touch não é muito rápida….. mas eu consigo superar esses mili-segundos de atraso 🙂
    Atenção: para ler à noite só é possível no modelo COM LUZ! Apesar de todos os vendedores colocarem a mãozinha pra ficar escuro, dizendo que “acha” que dá pra ler no escuro, desativei a luz do meu e realmente não dá pra ler no escuro! É, literalmente, um “papel eletrônico” – tecnologia de tinta eletrônica ink incrível!!!
    É super leve (190 gramas). No cartão saraiva vc consegue desconto. A Nuvem é apenas para os livros comprados no site (não armazena seus documentos – que triste).
    Sugestões para a Saraiva:
    Só faltou liberar o wifi para acesso wikipedia e melhorar o pós-venda (conforme comentários de outros usuários).
    Soli Deo gloria!

    Envie uma resposta
    • Araújo,
      Agradeço seu comentário! Eu estou achando muito bacana que estão aparecendo mais usuários do Lev com comentários positivos. Vamos ver se a Saraiva melhora o suporte pós-venda, aí a concorrência vai ficar boa!
      E gostei dos pontos que você colocou, e não sabia que ele era multi-touch, isso é muito interessante.
      Obrigada pelas informações e por compartilhar sua experiência com o Lev, valeu!
      Um grande abraço!
      (Amém!)

      Envie uma resposta
  9. Olá Cris
    Já li alguns textos seus sobre os e-readers e gostei bastante. Mas tem uma informação que eu não sei e que nunca vi comentarem.
    É o seguinte: eu tenho ebooks em epub com notas de rodapé, que ficam as informações ficam no final página, sendo que as remissões para elas são feitas pelos números emcima da letra (exemplo ¹).
    Pelo computador, basta vc clicar no numero e vc é enviado para a nota de rodapé. A questão é se o mesmo ocorre com os e-readers.
    Gostaria que me ajudasse respondendo essa pergunta.
    Abs.

    Envie uma resposta
    • Wellington, no e-reader o comportamento é semelhante. Depende de como o editor criou estas notas de rodapé, mas em geral os números são links que te levam para outra parte do ebook onde está o texto da nota em si (pode ser no rodapé mesmo da página, pode ser no final do ebook onde estão todas as notas de rodapé em sequência).
      É importante também mencionar que o e-reader tem um botão (na tela ou físico, dependendo do modelo) para voltar para o local anterior. No caso em que você clica no número que te leva à nota de rodapé em outra página (no final do livro, por exemplo), você deve usar este botão de voltar para que ele te leve de volta à página que você estava lendo.
      Espero ter esclarecido sua dúvida, mas se ainda restar alguma questão, pode perguntar.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  10. Cris, primeiramente parabéns pelo site, este e outros posts me orientaram na compra do meu primeiro e-reader (li muito tempo no iphone, mas isso estava acabando com meus olhos rs)
    Minha escolha foi o LEV, principalmente pelo recurso PDF Reflow e a capacidade de armazenamento interno, e é isso que eu estou achando estranho…vejo muitos comentários sobre os 4GB de armazenamento interno do LEV mas quando pluguei ele no PC para transferir meus livros, só estavam disponíveis 2,66GB para armazenamento(não que seja pouco). Ele é como o Kindle Paperwhite que tem 2GB mas só disponibiliza 1,25GB para conteúdo do usuário?
    Das duas uma, ou o sistema operacional do LEV ocupa 1,34GB ou o meu veio com algum defeito rs

    Obs. entrei em contato com a saraiva mas a pessoa que me atendeu se enrolou toda e não soube me explicar nada, só repetia que era normal rs não senti muita confiança…

    abraços!

    Envie uma resposta
    • Thiago,
      Eu não sei te dar certeza no caso do Lev, mas de fato é comum que as empresas divulguem o espaço disponível total, sem descontar o espaço ocupado pelo sistema operacional, dicionários, ebooks inclusos, etc. Imagino que seja este o caso. Mesmo assim, realmente eu esperaria mais espaço livre…
      E outros leitores comentaram aqui sobre problemas com o suporte da Saraiva, está deixando a desejar mesmo. Eu até tentei usar o suporte da Bookeen, que é o fabricante do Lev (originalmente Cybook Odyssey), mas eles só permitem enviar perguntas se eu apresentar uma “prova da compra”, que obviamente eu não tenho. É uma pena…
      Vamos ver se algum outro leitor que possui o Lev comenta sobre isso, para ver se o espaço livre é igual ao seu.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  11. Tenho uma infinidade de livros em PDF armazenados no meu IPad…posso transferir todos eles para um Kindle? Mesmo não sendo da Amazon a origem dos meus PDFs? Obrigada pela resposta.

    Envie uma resposta
    • Rosalice, você pode sim transferir seus arquivos PDF para ler no Kindle. A preocupação seria a questão de espaço, pois o Kindle tem 2GB de espaço, com 1,25GB disponível para o usuário (o Kindle Paperwhite foi atualizado para 4GB nos Estados Unidos, mas a informação de espaço foi removida do site da Amazon, então não dá para ter certeza de qual modelo está sendo de fato vendido aqui). Note que o Kindle não suporta expansão por cartão de memória, como o Kobo e o Lev oferecem.
      Além deste espaço, você tem direito a 5GB na nuvem da Amazon, onde poderá guardar seus arquivos, e baixá-los quando quiser ler no Kindle. Este espaço é justamente para os seus arquivos pessoais, que não foram comprados na Amazon. Para mais informações sobre este recurso, leia o post:
      http://www.vidasempapel.com.br/como-ler-ebooks-pessoais-kindle/
      Se tiver mais alguma dúvida, pode perguntar.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  12. Gostaria de lembrar que a partir de agosto, todos os Kindle comprados via a Amazon do Brasil, são vendidos com 4gb de memória.

    Envie uma resposta
    • Emmanuel, isso já está valendo mesmo? O site da Amazon ainda não mostra nem 2GB nem 4GB. Penso se ainda estão vendendo itens do lote antigo com 2GB…

      Envie uma resposta
  13. Cris, sabe dizer se existe algum programa de domínio livre concorrente (em português) do Calibre. A propósito, na nova atualização do Calibre eles consertaram os marcados pois estavam vindo em inglês porém, a funcionalidade que seria de organizar os marcadores “por ordem alfabética” e por “posição no e-book”; esta segunda não está funcionando.

    Envie uma resposta
    • Carlin, eu não conheço nenhum outro aplicativo similar, gratuito ou pago. Eu fiz uma rápida busca no Google, e até encontrei alguns artigos em blogs sobre este tema, mas ao verificar os softwares que eles citavam, eram aplicativos de leitura de ebooks exclusivamente, ou de conversão de ebooks exclusivamente. Ou seja, não vi nenhum que gerencia ebooks, lê e converte. Mas achei uma ideia interessante. Vou fazer uma busca melhor e se encontrar algo de fato similar ao Calibre, vou escrever um post sobre isso, OK?
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  14. Prezada Cris,

    Estou em dúvida entre um kindle básiso e o paperwrite.
    Tirando a luz,duração de bateria e outras características que poer ser vistas na tabela, gostaria de ter maiores informações sobre as diferenças de uso pelo peso, facilidade de manusear os botoes e outras funcionalidades que os diferencia no uso diário.
    Tive a oportunidade de manuseia-los na Casa& Vídeo hoje e minha impressão foi de que o paperwrite parecer mais robusto, elegante e pratico devido ao touch. Mas o básico parece mais leve e prático para ser transportado…
    Agradeço pelo ajuda e parabéns pela sua iniciativa em compartilhar suas experiências de forma clara, objetiva e da forma mais imparcial possível…:-)

    Abraços!

    Filipe

    Envie uma resposta
    • Filipe, neste momento eu sugiro que você espere um pouco para a chegada dos novos modelos ao Brasil. É que lá nos Estados Unidos, o Kindle básico agora tem tela touch, e continua o mesmo preço que era antes. Este passou a ser uma ótima opção. Não tem previsão ainda de chegada ao Brasil, mas vale a pena esperar. Ou se você preferir o Kindle Paperwhite, este modelo continua praticamente igual, apenas com mais memória. Dê uma olhada no post que escrevi sobre isso:
      http://www.vidasempapel.com.br/amazon-novos-modelos-kindle/
      Muito obrigada pelo seu comentário!
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  15. [OPINIÃO DE QUEM TEM UM KINDLE PAPERWHITE 2 E UM KOBO GLO]
    Eu particularmente AMO MUITO + KOBO GLO (Por n fatores técnicos), comparo este embate Kindle X Kobo ao mesmo embate, Android X iOS (Apple), ACHO QUE ESTÁ EM QUESTÃO ALGO QUE NINGUÉM COMENTA: OS PERFIS DAS EMPRESAS!

    Enquanto Kindle/ Apple / Microsoft…. e outras tantas empresas imperialistas americanas querem a fina força fazê-los comprar pelo forte Marketing seus produtos, eles em contrapartida utilizam de travas de software/hardware, extensões de arquivos proprietárias, taxas extra de serviço de internet adicionada por compra livro (Kindle adiciona +3,99 R$ extra a qualquer livro!)

    Empresas como Kobo / Google (No caso Android)… se focam NO PRINCIPAL: NO USUÁRIO e “NO QUE ELE DESEJARIA EM UM PRODUTO?” !!! Ambos tem sistemas + livres, Abertos… bem mais fácil manuseio, aberto a um cartão SD, sem taxas, fácil inclusão de livros COM CAPAS, SEM FRESCURAS!!! Você pode se afiliar a várias lojas digitais não só a cultura! (você não é refém a Loja que comprou…) utiliza a melhor extensão de eBooks que é o ePub (o MP3 do livro digital)

    Pensem e tirem conclusões que empresas/políticas empresariais vcs querem que vigorem no futuro? Você “vota” com o principal poder do consumidor O BOLSO!!!

    Envie uma resposta
    • Nelson, boa noite!
      Se vc for analisar apenas a qualidade da tela, vc escolheria o kobo ou o paperwhite 2? A escolha seria diferente se a leitura fosse na praia, em um ambiente fechado e iluminado ou em um quarto, à noite, com as luzes todas apagadas?
      Ainda não sei qual devo comprar.

      Envie uma resposta
      • Marcelo,
        Eu tive pouco contato com ambos, e na minha opinião pessoal o Kindle Paperwhite é um pouquinho superior, mas não o suficiente para ignorar vários outros fatores importantes na decisão. Pois ao comprar um e-reader, você irá acabar se “fidelizando” com a loja ou lojas que vendem ebooks para aquele e-reader. Eu escrevi um post com dicas para escolher um e-reader, dê uma olhada, pois eu acho que há outros pontos que são mais críticos:
        http://www.vidasempapel.com.br/melhor-e-reader-para-voce/
        Se tiver mais alguma dúvida, pode perguntar.

        Envie uma resposta
      • Oi Marcelo Sá Teles, primeiramente perdão por não tê-lo respondido antes… não tinha visto…

        Bem sua pergunta foi direta, então serei direto!

        Pontuando apenas neste quesito ficaria com o Kindle Paperwhite “2” (vale somente para o 2).

        Porque a tela eInk dele é uma geração após, que é a “Carta”, em contraposição ao “eInk Pearl” presente nos displays do “Kobo Glo” e do “Kindle Paperwhite 1” (mas essa evidência na prática é pouco perceptível…)

        Com relação a leitura em locais claros… independe da qualidade deles ambos têm índice quase zero de reflexo e visibilidade…

        Porém em ambientes escuros, devo confessar que há uma outra vantagem para o Kindle, pelo nível de regulação de luz dele ser mais amplo, podemos conseguir uma intensidade de luz bem menor que a do Kobo… logo cansa menos a vista em uma leitura noturna…

        Espero tê-lo ajudado ainda a tempo…

        Envie uma resposta
    • Nelson, agradeço seu comentário. Eu entendo seu ponto de vista, mas te garanto que qualquer usuário de produtos Kindle / Apple / Microsoft tem inúmeros argumentos a favor deles, senão estas empresas não estariam onde estão.
      Eu te garanto que nem a Google nem a Kobo são empresas filantrópicas, você sabe disso, e se elas apostam em formatos mais livres, é porque estão visando outro público, e ganham muito dinheiro com isso. A Kobo, por exemplo, pode usar isso como uma jogada estratégica, já que ela não precisa disponibilizar um acervo muito grande se pode contar com o acervo de inúmeras outras livrarias.
      Na minha opinião, o usuário deve analisar o que cada empresa oferece e ver qual atende melhor suas necessidades. Afinal, é um investimento a ser feito, seja em hardware ou software.
      Sobre a taxa que você mencionou que o Kindle (Amazon) cobra, acho que você se equivocou. Talvez você esteja se referindo à taxa que é cobrada para quem quer baixar um documento pessoal via rede 3G, nos aparelhos que tem este recurso (atualmente, só o Kindle Paperwhite 3G). Mas esta taxa não existe para usuários da Amazon brasileira, pois eles não tem esta opção de usar o 3G para documentos pessoais, só para ebooks comprados na Amazon e para acessar o Wikipedia. Se não for isso, não sei que taxa é essa, pois eu mesma já “adquiri” centenas de ebooks gratuitos e dezenas de ebooks por US$0,99 (convertidos para Real não chega a R$3,00) nas promoções da Amazon (eu compro muitos ebooks em inglês, e os preços e acervo da Amazon são imbatíveis para títulos “importados”).
      Vale mencionar que eu faço questão de comprar meus ebooks, eu não utilizo e nem apoio ebooks/livros pirateados, por isso o fato de eu comprar na Amazon e poder lê-los em qualquer dispositivo que eu possuo, mesmo não sendo da Amazon, é “aberto” o suficiente para mim 😉
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
      • Oi Cris, tudo bem?
        Estava querendo apenas desabafar, perdão se de algum modo fui rude em algumas palavras, não era o meu fim ofender ninguém, nem ser tão maniqueísta… hehe…

        O que eu estava tentando fazer era inspirar algum senso crítico; TUDO! desde o que se come até o que se veste está impregnado de ideologias, políticas e idéias… Mas as pessoas muitas vezes não se dão conta disso e vêem apenas o superficial e o que agrega “status”… Não estou dizendo que é o seu caso…

        Você tem razão quando diz que essas outras empresas (Google, Kobo…) não são “empresas filantrópicas”, mas, é impossível não reconhecer que são mais “democráticas” e não tentam se fechar e se proteger a todo custo em sistemas e periféricos proprietários entre outras coisas.

        Assisti neste final de semana a um documentário bem instrutivo e que aprofunda bem esta reflexão “PRINT THE LEGEND” (Aconselho a todos!), fala do avanço das IMPRESSORAS 3D pela ótica empresarial, mas adensa as contendas judiciais de “propriedade intelectual” entre megacorporações e empresas de fundo de quintal… fala sobre o processo de democratização da tecnologia, seus riscos e como empresas que tinham toda uma “boa ideologia” se tornam uma quimera opressora quando detêm algum poder…

        Bem, o que quero dizer com isso é que sem competição não há melhoras, uma empresa hegemônica detentora de todo o mercado, só quem perde é o consumidor… e se essas empresas de código aberto e sistema livre fossem detentoras de toda a fatia do mercado, certeza elas tomariam medidas imperiosas também.

        Bem, tinha tentado “comprar” um livro grátis uma única vez, mas não consegui, acabei de tentar novamente, a exemplo, “Música Visual: Um estudo sobre as afinidades entre som e imagens baseadas no filme Fantasia de Walt Disney” na loja virtual do Kindle e, como da última vez, eles pediram para confirmar o número do meu cartão de crédito, meu CPF… daí desisti!

        Sem contar que eu acho um absurdo uma empresa cobrar a mais pelo mesmo produto para não ter propagandas como descanso de tela… (Acho que no Brasil ainda não tem isso… AINDA…)

        Contudo Cris, não quero acirrar essas discussões, até quero! mas com um intuito saudável de elucidar e estimular a criticidade das pessoas do “Vida Sem Papel”, blog este que está de parabéns pelas matérias!!!

        Obrigado e novamente perdão, caso haja ofendido sem intenções!

        Envie uma resposta
        • Nelson, primeiramente, peço desculpas pois o seu comentário, não sei por que motivo, ficou aguardando a moderação, e eu só o vi agora. Talvez tenha sido alguma palavra no texto, embora eu vi que você não usou nenhuma palavra imprópria. Mas como o sistema que eu uso para proteger os comentários é automático, às vezes dá falsos positivos.
          Sobre seu comentário em si, a melhor coisa que eu vejo é, como você mencionou, a concorrência entre estas empresas com perfis diferenciados.
          Quanto à Amazon, como eu posso criticar uma empresa que me permitiu, hoje mesmo, adquirir dois ebooks que estavam na minha lista de desejos por R$0,00 (sim, gratuitamente). Isso sem contar os quatro que eu comprei por R$0,99. Isso sem contar o suporte, que sempre esclareceu minhas dúvidas quando eu precisei.
          E sobre sua experiência, é uma pena, mas eu nunca (sem exagero) tive problemas com a Amazon como consumidora, nem aqui e nem com a Amazon americana. Então se eu a elogio, é com base exclusiva na minha experiência pessoal.
          Por fim, sobre a concorrência entre Apple e Google, é muito bom termos os dois lados da balança competindo. Eu sinceramente não quero que nenhum ganhe. Eu quero as poderosas Apple e Google brigando para oferecer sistemas operacionais cada vez melhores. Não quero, sinceramente, que nenhuma delas ganhe a briga, pois veja o que aconteceu com o Palm OS, Windows Mobile e Symbian: todos eles foram absolutos em um determinado momento na história recente, e por um período praticamente não tiveram concorrência. O que aconteceu foi que eles se acomodaram, e deixaram de criar, de trazer melhorias para seus usuários. Seja o sistema fechado ou aberto, para mim, o que importa é a experiência, e como ele atende minhas necessidades. E eu já usei um Android por um tempo, mas acabei voltando para o iPhone, para mim e para as minhas necessidades, ele foi a melhor opção que eu encontrei.
          E não houve ofensa nenhuma, imagine! É que este blog tende a ser mais técnico, com foco para ajudar as pessoas a usarem melhor os seus dispositivos, sejam eles quais forem.
          Um grande abraço!

  16. Partindo do meu comentário anterior, sugeriria ao “Vida sem Papel” um artigo mais apurado pertinente ao assunto…

    Envie uma resposta
    • Nelson, agradeço sua sugestão, mas o foco deste blog é mais técnico, com dicas práticas e tutoriais para ajudar os usuários a utilizarem seus dispositivos eletrônicos, principalmente os e-readers, com mais facilidade.
      E minha opinião pessoal é que cada pessoa tem uma necessidade que nem sempre é melhor atendida por um único produto. Em outras palavras, o que para mim é o melhor e-reader do mundo, não vai agradar 100% das pessoas, talvez nem 50%. Então eu costumo indicar às pessoas que analisem o que elas esperam e precisam do produto que pretendem comprar, analisem as empresas que os vendem, etc, para fazer uma escolha consciente. O que é bom para uma pessoa não necessariamente é bom para outra.
      Como exemplo, eu posso falar sobre a questão do EPUB. Este é um formato aberto, padrão, que não é suportado nativamente pelo Kindle, e isso é motivo de muita discussão. Para mim, pessoalmente isso nunca, nem uma vez sequer, me trouxe qualquer problema. Por isso, para mim, o fato de o Kindle não suportar o EPUB não impacta em absolutamente nada. No entanto, eu leio muitos livros em inglês de temática cristã. De todos os livros pelos quais eu me interesso, 99% estão disponíveis na Amazon. E com as promoções que as editoras americanas fazem, eu já comprei muitos destes ebooks por preços irrisórios. Isso para mim é mais importante do que o formato do ebook, entende?
      Mas pode não ser para outra pessoa. Já tivemos comentários aqui de usuários que possuem uma vasta biblioteca de ebooks em formato EPUB. Para este usuário, talvez esta questão do formato seja mais crítica.
      Então, para valer a pena o investimento, o usuário precisa avaliar qual produto trará o melhor custo/benefício para si. Para um exemplo desta abordagem, veja o post:
      http://www.vidasempapel.com.br/melhor-e-reader-para-voce/
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
      • Cris, sei que você compra todos seus livros digitais, mas como você disse que gosta de livros de temática cristã tenho um site de uma escritora cristã totalmente grátis e sem coisas escusas é o https://egwwritings.org/ site dos detentores das obras de Ellen G. White, ela é a escritora americana mais traduzida do mundo, lá tem toda a bibliografia dessa escritora tanto em ePub como MOBI e em várias línguas e dialetos… inclusive o Mel Gibson se inspirou em um de seus livros para fazer o Paixão de Cristo que é “O Desejado de todas as Nações”. Não se arrependerás!

        Envie uma resposta
        • Oi Nelson, sim eu conheço a Ellen G. White, embora eu não concorde com vários princípios que ela acredita. Mas vou checar o site, obrigada pela dica!
          Um grande abraço!

  17. Vou ficar de olho e pensar melhor a respeito…
    obrigado!!

    Envie uma resposta
  18. Essa diferença de peso entre o Kindle Paperwhite (213g) e o Kobo Glo (185g) é perceptível ao segurar os aparelhos ou a diferença só é sentida em uma balança de precisão? rsrsrs
    Atualmente eu uso um tablet para leitura, gostaria de saber se um e-reader é realmente muito melhor, se comparado apenas essa função.

    Envie uma resposta
    • Marcelo, sinceramente eu não sei se a diferença de peso chega a ser perceptível (fiquei até intrigada, agora que você mencionou isso… rs…).
      Talvez se a leitura for muito longa, quem sabe…
      Quanto à leitura, eu posso falar sobre minha experiência pessoal, e vejo que ela coincide com vários leitores que já mencionaram experiências semelhantes: antes de comprar um Kindle, eu possuía (e ainda possuo) um iPhone e um iPad. Eu lia ebooks da Amazon nestes dispositivos usando a app do Kindle, e em uma viagem aos Estados Unidos eu decidi comprar um Kindle, mais por curiosidade, eu confesso. E eu gostei muito, não imaginei que seria tão agradável ler em um dispositivo eletrônico. Aí eu entendi o que tanta gente falava sobre o Kindle.
      Se você gosta de ler, acredito que gostará de ler mais num e-reader. Eu mencionei o Kindle pois é o que eu possuo, mas o Kobo Glo também é um ótimo e-reader. Veja o post abaixo sobre os pontos que eu acho que são importantes para avaliar para escolher o melhor e-reader:
      http://www.vidasempapel.com.br/melhor-e-reader-para-voce/
      Se você tiver chance, tente ver um e-reader pessoalmente. Veja o que você acha da tela, se você sente que pode fazer uma diferença para você. Afinal, um e-reader é um investimento razoável, é bom avaliar bem, principalmente se você já tem um eletrônico onde pode ler seus ebooks.

      Envie uma resposta
    • Para mim foi bem perceptível. Eu estava usando o Lev, e quando passei para o kindle estranhei. Só que foi muito rápido para me adaptar, questão de 2 dias talvez. Mas tmb foi muito fácil e prazeroso os benefícios da troca. Não sei quanto ao Kobo, mas vale cada grama de diferença entre o Lev e o Kindle.

      Envie uma resposta
  19. Oi Cris,

    Estou tentando escolher o melhor equipamento para atender as minhas necessidades, e o blog tem me ajudado bastante. Obrigada!!

    Quanto ao atendimento ao cliente/ suporte técnico da Amazon, ele é feito em português?

    Abraços!

    Envie uma resposta
    • Oi Patrícia,
      Sim, o suporte é em português sim. Há uma opção de você pedir para que o analista de suporte te ligue de volta, ao invés de usar email. Quando eu usei isso, a pessoa que me ligou tinha um sotaque, mas dava para entender tudo sem problemas. Não sei se ainda é assim, pois ultimamente eu só tenho usado o suporte por email mesmo.
      Mas se precisar, você poderá usar sem se preocupar.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  20. Quem tem o Lev com luz por gentileza responda-me essas perguntas…
    1- Quanto às letras do texto, percebe-se que umas ficas mais “escuras” e outras mais “claras”?
    2- O Lev desliga segurando o botão Liga/Desliga por 8 segundos ou só pelo menu avançado?
    3- Na parte inferior da tela percebe-se um rastro mais escuro como se fosse uma falha?
    4- Quando carrega o led aceso fica vermelho e quando esta totalmente carregado o mesmo de apaga ou o led fica verde de forma continua?

    Obg desde ja pelas respostas!

    Envie uma resposta
  21. Oi Cris,
    Estava na dúvida entre o Lev com luz e o Kindle Paperwhite e após pesquisar em vários sites, comprei, há uma semana, o Kindle e estou super satisfeito, não tenho nada a reclamar.
    Seu blog é ótimo e foi fundamental para minha escolha.
    Parabéns pelo blog.

    Envie uma resposta
    • José Augusto, muito obrigada pelo seu comentário. Que bom que você está gostando de seu Kindle! Espero que ele seja muito útil para você.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  22. Respostas para as perguntas do Roberto:
    1) no meu LEV não há diferença de tonalidade entre as letras do texto. Uso no modo normal e no noturno;
    2) sobre o botão liga/desliga no canto inferior direito: se o aparelho está deligado, ao pressionar, será ligado; se está ligado, ao pressionar fica no modo descanso; e se está no modo descanso, ao pressionar, será ligado. Para desligar o aparelho tem que ser através do menu;
    3) no meu LEV não há este rastro escuro na parte inferior da tela;
    4) quando está carregando o LED fica vermelho e quanto a bateria está carregada este LED se apaga.

    Abraços e espero ter ajudado.

    Márcia.

    Envie uma resposta
    • Obg Márcia! Acho que vou ter que trocar o meu.

      Envie uma resposta
  23. Olá,
    Gostaria de saber qual dos e-readers é o que menos reflete luz.
    Por exemplo, quando voce está usando um tablet ou celular, o vidro da tela destes dispositivos refletem demais a luz exterior, o que torna a leitura difícil em ambientes muito iluminados ou ao ar livre, por exemplo num dia de sol ou na praia.
    Eu fui na livraria Saraiva e testei um Lev, e pude perceber que o vidro da tela refletiu bastante a luz que vinha das lâmpadas do teto da livraria, achei um pouco ruim para ler em ambientes com muita luz.
    Já o anunciante do Kobo Aura HD afirma que a tela deles é “reflexo zero”, mas ainda não tive a oportunidade de testas um Kobo.
    Qual a opinião de vocês?

    Envie uma resposta
    • Carol,
      Neste caso, só posso opinar sobre o meu Kindle, que é o Kindle Keyboard 3G, que não vende mais. Ele praticamente não reflete nada. Estou falando isso considerando a luz no teto e eu sentada, ou seja, ele fica quase perpendicular à luz, e também com um abajur com luz incidindo nele. Em ambos os casos eu leio sem problemas. Ah, eu uso em ambos os casos lâmpadas fluorescentes.
      Eu cheguei a testar o Kindle Paperwhite e o Kobo Glo. Não fiz testes muito “criativos” com relação à incidência de luz (eu apenas os usei nos cômodos de minha casa, normalmente), mas se bem me lembro eles também refletem praticamente nada. E como eles tem luz embutida, num ambiente com muita luz você pode aumentar a luminosidade da tela deles, o que faz com que a luz refletida neles, se existir, praticamente desapareça (como a luz num dia de sol forte).
      Vamos ver se outros leitores também comentam com base em sua experiência com seus e-readers.

      Envie uma resposta
      • Cris Ferreira, muito obrigada pela resposta!

        Envie uma resposta
  24. Olá Cris!

    Vi em alguns comentários que o dicionário do LEV não funciona em todos os livros. Isso procede?

    Parabéns pelo blog. Está me ajudando muito a escolher qual e-reader comprar.

    Envie uma resposta
    • Oi Marcelo, eu não sei te responder pois não possuo um Lev. Caso nenhum outro leitor comente sobre isso, tente entrar em contato com a Saraiva, mas não vou descartar a possibilidade de eles também não poderem/saberem te responder 🙁

      Envie uma resposta
      • Obrigado pela resposta, Cris.

        Fiz alguns questionamentos para a Saraiva, mas a resposta só chegou depois de uma semana. O pior de tudo que foi algo do tipo: “estávamos com problemas no sistema e por isso não te respondemos. Ainda tem interesse nas respostas?”

        Depois disso optei pelo Kindle Paperwhite e já estou com ele.

        Abraços

        Envie uma resposta
        • Marcelo, espero que você aproveite bem seu Kindle. Não sei quais são suas necessidades como leitor, mas o Kindle é um ótimo e-reader.
          Um grande abraço!

  25. Tenho o LEV com luz e posso garantir que a iluminaçao dele é muito forte, parece ate um tablet. Essa conversa que a luz nao incide diretamente nos olhos é conversa fiada. Em outros aspectos ele é muito bom, mas no meu caso vou devolver pq tenho grau elevado e esta me incomodando bastante. Pelos comentarios do post vou comprar um kindle!

    Envie uma resposta
    • Roberto,
      Eu não testei um Lev, não sei como é a posição das fontes de luz dele. Mas tanto o Kobo Glo quanto o Kindle Paperwhite tem as fontes de luz nas laterais, de forma que a luz é projetada de uma lateral da tela para a outra, e não da tela para os olhos do leitor. Se esta luz te incomoda (isso pode ser uma questão pessoal, é importante levar isso em conta), então considere o Kobo Glo ou Kobo Aura, pois o Kobo permite desligar esta luz por completo, enquanto no Kindle você pode baixar bastante a iluminação, mas ela ainda fica acesa (bem fraquinha, mas fica). Para mim, pessoalmente, ela não incomodou mesmo no escuro, mas é claro que eu tive que ajustar a luminosidade, baixando a intensidade da luz em ambientes mais escuros.
      Abraços!

      Envie uma resposta
  26. Cris, obrigado pelas respostas. Tenho mais uma curiosidade: Como funciona o índice dos livros no kindle (se souber como é no kobo, tbm quero saber)?

    Envie uma resposta
    • Marcelo, não entendi bem sua pergunta. Você quer saber como você localiza os ebooks dentro dos e-readers, ou como você localiza capítulos dentro do ebook?

      Envie uma resposta
        • Marcelo, depende de como o ebook foi criado, e não do Kindle ou da app. Se o criador/publicador do ebook fez um índice (ou table of contents), então você pode ir para esse índice e tocar na tela ou usar os botões direcionais para clicar em um capítulo, que é um link, e ir para o capítulo em si. A grande maioria dos ebooks tem índices, as editoras normalmente colocam índices nos seus ebooks. Mas eu já encontrei ebooks auto-publicados onde os autores não fizeram isso, então fica complicado navegar no ebook.
          Não sei se respondi sua dúvida, se não tiver respondido, explique um pouco mais, por favor.

        • Respondeu perfeitamente, Cris. Muito obrigado.
          Fiz o pedido de um paperWhite. Agora é só aguardar a chegada.

        • Legal, Marcelo. Espero que você curta bastante seu Paperwhite.
          Um grande abraço!

  27. Ola Pessoal! Quem tem ou ja utilizou o Kobo Aura HD por gentileza me informe se ele fica em modo paisagem! Obg pela atenção

    Envie uma resposta
  28. Estou querendo comprar um KOBO mas estou em duvida. Consigo utiliza-lo baixando livros no formato Epub e colocando nele ?

    Envie uma resposta
    • Sim, Lucas. Se o arquivo EPUB não tiver DRM (proteção contra cópia), você conseguirá lê-lo no Kobo sem precisar fazer mais nada. Se tiver DRM, então verifique se é o DRM da Adobe, pois este também é suportado.
      Abraços!

      Envie uma resposta
  29. Cris, estou pensando em comprar um e-reader, mas tenho uma dúvida:
    Se eu ler o mesmo arquivo no kindle e no computador através do aplicativo do kindle: as anotações que eu fizer enquanto leio no computador, elas passam automaticamente para a nuvem e, quando eu ligar o wi-fi do kindle, vão aparecer lá?

    Obrigada!!

    Envie uma resposta
    • Vanessa, se este livro tiver sido comprado na Amazon, sim. Todas as anotações, destaques e marcadores serão sincronizados e estarão visíveis em qualquer leitor que a Amazon disponibiliza, incluindo o Kindle Cloud Reader.
      Se for um ebook pessoal seu, isso só é sincronizado quando você envia o ebook para a nuvem da Amazon (se você copiar o ebook para o Kindle via cabo USB não há sincronismo). Além disso, para o caso de ebooks pessoais, eles não são suportados no leitor do computador, apenas no Kindle físico e nas apps para iOS e Android.
      Abraços!

      Envie uma resposta

Participe e faça seu comentário