Conheça Lev, o e-reader da Saraiva

Esta semana (agosto de 2014), mais um grande nome entrou na briga dos e-readers no mercado brasileiro: a Saraiva lançou seu e-reader chamado Lev. Isso vem trazer aos leitores mais uma opção para ler ebooks em tela e-Ink, e este dispositivo traz consigo um respeitável acervo, pois a Saraiva já vendia ebooks há bastante tempo aqui no Brasil.

Além do acervo significativo, a Saraiva até já tinha seu programa de publicação de ebooks (para os autores que escolhem optar pela autopublicação), só faltava mesmo um e-reader para alavancar tudo isso, e ele chegou.

Antes da chegada do Lev, os ebooks vendidos na Saraiva podiam ser lidos usando o SaraivaReader, um aplicativo para smartphones e tablets com iOS (iPhone e iPad) ou Android, para computadores com Windows ou MacOS (este aplicativo continua disponível). Ou seja, o Lev chega com uma estrutura bem estabelecida, podendo competir bem com os outros grandes players do mercado brasileiro.

Características do Lev

O Lev foi lançado em dois modelos muito semelhantes. A única diferença é que um deles tem luz embutida (semelhante ao Kindle Paperwhite e ao Kobo Glo).

Os dois modelos tem tela touch, e esta tela é e-Ink (aquela tela que imita o papel). Ele possui slot para cartão microSDHC, o que permite aumentar o armazenamento para colocar mais ebooks, e também facilita o uso de documentos pessoais.

Ele suporta nativamente os populares formatos ePUB e PDF, dentre outros, mas não suporta o MOBI (lembrando que é possível converter estes formatos, se necessário, e também otimizar os arquivos PDF para leitura neste tipo de dispositivo).

Veja os detalhes de ambos os modelos (informações obtidas no site da Saraiva):

  • Tipo de Tela: E ink® Pearl screen
  • Resolução da Tela: 758 x 1024 pixels (213 dpi), 16 tons de cinza, Touchscreen Multi-touch capacitiva (dedo ou a caneta adaptada apenas)
  • Tamanho da Tela: 6”
  • Dimensões: 16,6 cm X 12 cm X 0,94 cm
  • Armazenamento: 4 GB
  • Peso: 190g – 6,35 oz (bateria incluída)
  • Conexões: Cliente USB (v2.0) – conector Micro USB, slot para cartão microSDHC, Wi-Fi b/g/n
  • Processador: Allwinner A13 Cortex A8
  • Tipo de Bateria: Bateria Li-Polymer recarregável embutida (1800 mAh)
  • Sistema Operacional: Versão Linux embarcado
  • Formatos de imagem suportados: JPG, GIF, PNG, BMP, ICO, TIF, PSD
  • Periféricos: Sincronização USB e cabo de carga
  • Software Suite: Adobe® Mobile Reader
  • Formatos de arquivo de texto suportados: ePub, PDF, HTML, TXT, FB2
  • Frontlight: Luz frontal de LED (só no modelo Lev com Luz)

Dimensões do Lev da Saraiva

* Imagem: Saraiva.com.br

Preço do Lev

Os preços do Lev estão, neste momento (na publicação deste post), idênticos aos preços do Kindle, mas com uma questão importante a ser considerada: o modelo inicial do Kindle não tem tela touch, o Lev tem.

O Lev (modelo sem iluminação) está por R$299,00 e o modelo Lev com Luz está por R$399,00. Atualmente, o preço do Kindle básico (sem tela touch) e do Kobo Touch está R$299; o Kindle Paperwhite Wi-Fi está R$399,00 em promoção esta semana (o preço normal é R$479,00) e o Kobo Glo está R$479,00 (clique nos nomes dos modelos para ir para os respectivos sites – links afiliados).

Segundo informações do site da Saraiva (no momento da publicação deste post), há um desconto de 5% para quem pagar em uma vez no cartão de crédito, e um desconto de 12% para quem comprar no Cartão Saraiva.

Outra informação importante é que a Saraiva está com uma promoção de lançamento do Lev, onde o comprador ganha 10 livros digitais inclusos e mais 4 best-sellers para baixar, pontos em dobro no programa Saraiva Plus, e um dicionário embutido da Saraiva (fiquei em dúvida se este dicionário só será disponibilizado gratuitamente durante o período promocional, parece que sim).*

Os preços mencionados acima podem mudar a qualquer momento, confira antes de fazer a compra.

* (atualização em 11/08/2014) A leitora Denise informou nos comentários que os 10 livros digitais inclusos são títulos de clássicos da literatura de domínio público (o leitor Paulo confirmou), e os 4 best-sellers também já estão pré-definidos pela Saraiva, neste momento um deles é o “12 anos de escravidão”. Além disso, ela avisou que a promoção de lançamento vai até 31 de agosto de 2014. Agradeço aos leitores pelas informações!

Acervo

A Saraiva conta com um acervo respeitável de ebooks, contando com títulos em português e também títulos em outras línguas, principalmente em inglês. Para navegar neste acervo, clique aqui.

O que eu acho interessante nesta página de ebooks da Saraiva é que, assim como na Amazon, é bem fácil ver os ebooks que estão em promoção. Assim, dá para adquirir títulos interessantes com preços mais reduzidos (pois os preços de ebooks no Brasil ainda são muito altos, na minha opinião). E para quem quiser navegar pelos títulos gratuitos, também são fáceis de encontrar e de ordenar (clique aqui).

Lembrando que, mesmo se você não tiver interesse em adquirir o Lev, você pode comprar ebooks na Saraiva e lê-los no seu smartphone, tablet ou computador usando o aplicativo SaraivaReader.

Concluindo…

Como eu mencionei, a Saraiva já vende ebooks no Brasil há um bom tempo, mas nunca foi um grande player neste mercado. Talvez com a chegada do Lev, isso possa mudar.

Eu torço para que, mais do que tudo, isso traga mais títulos em formato de ebook para nós leitores (quem sabe as editoras se animam em disponibilizar mais títulos) e menores preços. Bem, eu sei que é otimismo, mas podemos sonhar com isso, não é?

E você, o que achou do Lev, você compraria um? Você já comprou ebooks na Saraiva? Compartilhe conosco a sua opinião e suas experiências nos comentários ao final do post.

Autor: Cristiane Ferreira

Cristiane Ferreira trabalha há 24 anos com Tecnologia da Informação, principalmente na área de Internet. Ela curte tecnologia e gosta muito de escrever, e também gosta de ajudar as pessoas a navegar no mundo dos eletrônicos e Internet.

Compartilhe este artigo no
POR 228x90

241 Comentários

  1. Oi pessoal. Comprei o Lev com luz 14/03/16, em uma semana já apresentou alguns problemas, já usei o Kindle, achei melhor que o LEV, exceto para pdf. Além de travamento de tela, o que tem me incomodado é o touchscreen, quando toco em “meus livros” ele abre a tela dos livros, e em seguida abre um livro aleatoriamente. Alguém já teve este problema? Alguém sabe como dar reset para restaurá-lo com as configurações de fábrica? Alguém já formatou? Até mais!

    Envie uma resposta
    • Pessoal segui as dicas do Mateus do blog Aprendi e fiz sozinho. Deu certo! 🙂

      Envie uma resposta
    • Enfrento o mesmo problema. Irritante! Tive um kobo que nunca me deu esse tipo de problema.

      Envie uma resposta
  2. Oi gostaria de saber como desligar meu Lev. Ele só fica na tela de descanso!

    Envie uma resposta
    • Sandra, não tem problema nenhum ele ficar na tela de descanso. A tela e-ink só gasta bateria para montar a imagem, ela não gasta bateria quando a imagem já está na tela (mas note que haverá um consumo pequeno de bateria pois outras funções do Lev estão ativas, não por causa da imagem na tela).
      O ideal é deixar na tela de descanso mesmo, a não ser que você pretenda deixá-lo desligado por um tempo maior (mais de uma semana, por exemplo). Aí sim você poderá optar por desligá-lo. Para isso, pressione o botão físico, depois toque em Menu, em Avançado, e em Desligar. Aí é só confirmar, tocando em Sim.
      Note que ele não ficará com a tela em branco, nem desligado, pois como eu te disse, uma imagem na tela não está consumindo bateria.

      Envie uma resposta
    • Vai em menu, avançado e lá tem a opção de desligar!

      Envie uma resposta
  3. Olá Cris Ferreira. Estou interessa em comprar um E-Reader e já estou acompanhando aqui as limitações dos ebooks nacionais, praticando preços bem maiores que o kindle por exemplo. Por este quesito, estou decidido pelo kindle, mas existem dezenas de modelos. E me surgiu algumas dúvidas baseadas na minha necessidade. Leio basicamente artigos científicos, que 99% são PDF que baixo da internet. No kindle esse processo entre procurar na internet e baixar é feito facilmente como faço no notebook? Eu leio durante o dia seja no sol, na sombra, e durante a noite, então provável que o kindle com luz lateral seja conveniente para mim. Pode me indicar um modelo pela sua experiencia e leitura de relatos? Não precisa ser top de linha, apenas atendendo essas minhas necessidades.

    Envie uma resposta
  4. Oi, Cris!
    Eu não consigo comprar livros em outras livrarias e ler no Lev?

    Envie uma resposta
  5. 1 – A luz faz muita diferença? 2 – Dá para navegar no google e ver videos, como em um ipad?

    Envie uma resposta
    • 1) Depende do ambiente, pois com o mínimo de iluminação ou com muita o LEV sem luz, é suficiente (baseado na minha experiência), mas a luz ajuda muito, pois dá para ler até no escuro!

      2) Não! Mas mesmo que fosse possível, seria horrível, pois é monocromático, a taxa de refresh é baixa e por fim o processador é lento para essas funções.

      Envie uma resposta
  6. Possuo um Kindle. Porém, quando comprei não havia modelo com luz. Ao sair o Kindle novo com luz, eu já ia comprar quando a Saraiva lançou o LEV. Resolvi, então, adquirir o LEV, diante das propagandas, as quais diziam que era um ótimo produto. No entanto, em vez de causar prazer em ler, o mencionado produto “acaba” com meus nervos e paro a leitura. De touch screen só tem o nome, porque tenho que ficar tocando na tela várias vezes para que obedeça o comando. E o aparelho é tão lento que vai dando sono. E o “negócio” trava hein…..! E como trava meu Deus! Vou abrir um livro…. ele trava. Vou mudar de página….. ele trava. Aperto o menu…. ele trava. Na verdade ele trava até para travar. Aliás, para qualquer coisa. Resumindo; continuo a ler o Kindle e compro os livros na Amazon, porque, apesar do modelo antigo, ele é muuuuuito melhor que o LEV. Decepcionada ao extremo, minha gente!

    Envie uma resposta
    • Você já atualizou o seu LEV, pois o meu após atualizar está excelente… Informo que é o único e-reader que tenho, então não tenho como comparar o uso diário, mas estou satisfeito com a compra!

      Envie uma resposta
      • Como faz para atualizar Fábio? O meu tá uma porcaria! Obrigado

        Envie uma resposta
    • Olá Grácia, estou passando nervoso com o Led também. Uma porcaria!!! Não comprem!!

      Envie uma resposta
  7. Olá! Estou sentindo falta de um relógio no Lev da Saraiva. É isso mesmo eu não estou sabendo fazer as coisas?

    Envie uma resposta
    • Oi Igor, também gostaria de um relógio na próxima atualização. Abraços pra Vc e pra Cris.

      Envie uma resposta
  8. Boa noite a todos. Estou pesquisando sobre e-readers para comprar e, pra minha sorte, encontrei este site com dicas ótimas e com essa discussão aqui sobre o assunto. Estava pensando em comprar o Lev especialmente por que tenho muitos pdfs e dizem que a leitura nele para este formato é melhor. Em contrapartida, pelos comentários que já vi nas buscas que fiz, ele parece ser mais lento, sem contar na questão dos preços na Saraiva (ebooks muito caros). Agora estou propensa a comprar o kindle, por todas as qualificações que já vi sobre ele.
    Cris, será que o kindle sem iluminação interna dá pra ler bem ou força muito a vista?

    Envie uma resposta
    • Olá Jaqueline.
      Vou lhe dar minha opinião sincera. Prefira o Novo Kindle Paperwhite, o qual apresenta mais recursos e melhor tecnologia em relação ao Kindle sem luz.
      Você vai precisar de uma fonte de luz principalmente para ler no escuro, em ambientes de iluminação precária e em locais de excessiva iluminação. Em razão disso, comprei o Paperwhite.
      Um grande abraço.

      Envie uma resposta
      • Oi, Fernando, muito obrigada pela atenção!
        Continuei pesquisando e achei um vídeo em que comparam o Kindle básico com o Paperwhite. Ao que pude ver é como você disse, para ler à noite a coisa complica.

        O que achei ruim foi o preço do Paperwhite, mas como leio muito à noite ele parece ser mesmo o melhor para mim.

        Também fiz um teste convertendo PDF pelo calibre e lendo no Kindle do desktop e achei o resultado bom. O texto ficou um pouco “desmontado”, mas nada que prejudique na sua compreensão, o que reforça mais ainda a vontade de ter o Kindle mesmo. Abraço, e obrigada pela sua opinião!

        Envie uma resposta
    • Jaqueline, o Kindle sem iluminação é como um livro de papel: onde você precisa de luz para ler o livro de papel, você precisará para ler o Kindle. Não é que force a vista, é que ele não é iluminado mesmo. Mas você pode usar um abajur (eu uso um) ou uma daquelas luminárias portáteis de livro, se quiser resolver a questão gastando menos. Mas se tiver condições, o ideal seria um Kindle Paperwhite, que além da iluminação tem melhor resolução, que pode ajudar na leitura dos PDFs.

      Envie uma resposta
      • Obrigada por tirar minha dúvida, Cris! eu pensava que era muito escura, mas já que dá pra ler direito sob a luz de um abajur, melhor. Um abraço!

        Envie uma resposta
  9. Olá a todos, recentemente adquiri um LEV e estou muito satisfeito. Mesmo com o Michaelis as vezes fico na mão. Tentei usar o “Penelope”, sei que é simples de utilizar, mas por alguns detalhes, ainda é um pouco complicado para mim. Queria sugerir e criação de um espaço para a disponibilização de dicionários convertidos. Há um espaço pronto, um grupo: https://www.facebook.com/groups/1610154279261782/?fref=ts . Talvez o nosso amigo Ronald Barros poderia fazer um vídeo convertendo um dicionário no “penelope” ou um tutorial. Obrigado, abraço.

    Envie uma resposta
    • Yuri, eu achei interessante esta questão de usar outros dicionários no Lev. Quando tiver um tempo vou pesquisar mais, checar o comentário do Ronald e escrever um post sobre isso. Contanto que seja tudo com material de domínio público, não vou incluir material pirata, OK?
      Obrigada pela sugestão e um grande abraço!

      Envie uma resposta
      • Cris, seria ótimo se você encontrasse alguma coisa, também não gosto de material pirata. Me avise sobre o post!
        Grande Abraço!

        Envie uma resposta
        • Yuri, eu te avisarei sim se eu conseguir publicar algo sobre isso. Eu pretendo fazê-lo, mas preciso do tempo para isso.
          Um grande abraço!

  10. Boa noite. Meu 1°LEV travou, troquei e no primeiro dia de uso ele travou tambem, nem liga, nem é reconhecido no PC. Já pressionei o botão liga/desliga por 3, 10, 20 segundos e ele só fica com tela totalmente branca.

    Envie uma resposta
    • Rebeka, parece-me que você vai precisar checar com a Saraiva. Eu tenho um LEV e nunca vi isso acontecendo não.
      Quando você conecta o seu LEV na tomada, ele acende uma luzinha indicando que está carregando? Se não, tente usar outro adaptador para carregá-lo. Se sim, se ele carrega, fale com a Saraiva.

      Envie uma resposta
  11. Olá Cris, meu interesse pelo Lev foi apenas para fins de leitura de PDF, mas pelas críticas de travamento e frases fragmentadas eu estou pensando em adquirir um Kindle e converter pelo Calibre. Mas testei um kindle (um dos primeiros modelos sem touch) e percebi que o formato do texto tbm não ficou lá mil maravilhas, com palavras fragmentadas e letras faltando. De acordo com essa dificuldade na leitura dos PDFs qual dos dois responderia melhor a esse formato? Você percebeu alguma vantagem?

    Envie uma resposta
    • Daiane,
      Peço desculpas pela demora em te responder!
      Infelizmente, esta questão de leitura de arquivos PDF em e-readers ainda é problemática. Eu possuo um LEV, e também tive problemas de travamento quando usei o PDF Reflow, que é o grande chamariz deste modelo. Fiquei sabendo que recentemente foi disponibilizada uma atualização, vou fazê-la e ver se isso melhora os problemas com a leitura de PDFs.
      Por enquanto, eu diria que os melhores recursos são a conversão ou melhoria do arquivo PDF, ou a leitura em PDF mesmo.
      Infelizmente, o PDF não é o melhor formato para leitura digital, mas ainda é muito popular.

      Envie uma resposta
  12. Acabei de adquirir um Lev com luz mas infelizmente o aparelho veio com um defeito interno que não desliga

    Envie uma resposta
  13. Olá, no Kobo glo me parece que é possível regular a luz na intensidade que desejar. Sabem me dizer se no Lev com luz também é ajustável essa intensidade de luz?? Obrigada

    Envie uma resposta
  14. Olá Cris, eu gostaria de comprar um e-Reader para aprender japonês, e o LEV me chamou a atenção devido essa característica Reflow (a maioria dos meus livros estão em PDF). Mas antes preciso saber se ele já tem suporte nativo aos caracteres japoneses, ou se ele apenas apresenta suporte para os caracteres latinos. Desde já obrigado. 😀

    Envie uma resposta
  15. Adorei o seu post e o seu blog!

    Claro, direto, imparcial e, o melhor, escrito pela perspectiva de uma leitora contumaz; como acredito também serem os leitores do seu blog, grupo no qual eu agora me incluo.

    Seu post foi definitivo para criar coragem e passar do papel ao e-reader. Comprei um Lev e estou adorando. : )

    Envie uma resposta
  16. Cris,
    Espero que possa melhorar suas impressões. Afinal, quando o leitor escolhe um dispositivo desses, faz um investimento considerável!
    Vi hoje no site da Amazon que eles estão concedendo trinta dias para o leitor experimentar e devolver o Kindle, sem maiores explicações. Não deixa de ser mais uma vantagem, pois aos dez dias com o Lev eu já estava arrependida. Mantive contato com a Saraiva, mas eles alegaram que só acatariam a desistência na primeira semana!
    Em contrapartida, o segundo Kindle tem me surpreendido positivamente com seus recursos, a exemplo de um construtor de vocabulário que elabora automaticamente flashcards com todas as palavras consultadas no dicionário. Isso é muito útil para ampliar o vocabulário, sobretudo em outra língua.
    Abraços e boas leituras.

    Envie uma resposta
  17. Sou leitora voraz: comecei pelo Kindle Paper White básico, depois adquiri um Lev touch screen porque era mais barato que o Kindle com luz, não me adaptei e agora tenho também um Kindle touch com iluminação.
    O que posso dizer é que a única vantagem do Lev é alterar o tamanho da letra em um texto em PDF sem dar zoom, como se fosse um arquivo em seu próprio formato. No entanto, os comandos, a praticidade, a resposta ao toque na tela, a regulagem da iluminação e o acesso gratuito e fácil a muitos dicionários em muitos idiomas fazem do Kindle um e-reader muito superior! Portanto, prefira o Lev só se o seu objetivo for ler textos em PDF.

    Envie uma resposta
    • Goretti, eu estou testando um Lev agora, e concordo contigo, o Kindle é superior. Só que para meu azar, eu comecei a ler um ebook em formato PDF para testar o reflow, e quando cheguei por volta da metade do segundo capítulo, ele começou a travar e depois resetar o Lev. Só acontecia neste ebook, que era PDF, eu li um ebook inteiro em formato EPUB e não tive problema. Vou testar outros PDFs, mas já me deu uma má impressão.
      Abraços!

      Envie uma resposta
      • Aconteceu o mesmo comigo e em vários PDFs diferentes. Entrei em contato com a Saraiva e me foi sugerido baixar o programa Saraiva Reader que funcionaria como uma espécie de filtro que corrigiria os erros do PDF antes de passar para o Lev. Fiz o sugerido e o problema persistiu. Ao entrar em contato novamente fui informada que eu deveria converter meus PDFs para Epub e lá se foi a única vantagem do Lev… Fiquei muito decepcionada depois disso e realmente estou tendo que converter meus pdfs para poder ler no Lev. A sorte é que o Calibre é um programa maravilhoso, senão acho que teria estourado meu Lev no chão 🙂

        Envie uma resposta
  18. qual a tensão e corrente que o lev ereader suporta para a carga? não encontrei no manual

    Envie uma resposta
    • Luiz, eu recomendo que você envie esta pergunta para o suporte da Saraiva para obter a informação oficial, já que o manual não menciona. Se você deseja encontrar um adaptador para carregar seu Lev na tomada, veja o comentário que o leitor Fernando fez no dia 29/08/2014, em resposta aos leitores Rosangela Couto e Rafael, esta informação deve te ajudar.
      Eu, por exemplo, estou usando o adaptador que veio com meu Kindle para carregar o Lev. Também já usei o adaptador do iPhone. Todos eles são 5V.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
    • Com certeza, Camila, o EPUB é muito melhor para ler ebooks, onde quer que seja (incluindo no Lev). O PDF só é melhor para imprimir, pois o que sai na folha é exatamente igual ao que você vê na tela.
      Abraços!

      Envie uma resposta
  19. Oi vc pode me informar se tem como excluir material baixado no lev?

    Envie uma resposta
    • Oi Geanne, sim, você pode excluir ebooks baixados no Lev. Para isso, basta tocar sobre a capa dele e segurar por alguns segundos. Aí você verá o menu de contexto do ebook, e nele terá a opção “Apagar”. Basta tocar nesta opção para remover o ebook em questão.

      Envie uma resposta

Participe e faça seu comentário