Amazon lança o smartphone Fire Phone nos Estados Unidos

Confirmando um boato que circulava na Internet há um bom tempo, a Amazon lançou na semana passada o seu smartphone, o Amazon Fire Phone. A gigante das vendas online começou a lançar produtos com sua marca há alguns anos, com o lançamento do e-reader Kindle, depois veio o tablet Kindle Fire, mais recentemente a Amazon Fire TV, além de uma série de serviços como o Amazon Web Services, Amazon Prime, Amazon Instant Video, etc. Não há como negar que a Amazon sabe ganhar dinheiro. E agora chegou a vez da gigante entrar na briga no mercado dos smartphones. E na minha opinião, esta é uma ótima notícia.

Especificações e novidades do Fire Phone

O Fire Phone vem com o sistema operacional Fire OS 3.5. O Fire OS já é conhecido dos usuários do Kindle Fire, o tablet da Amazon. Ele é baseado no Android, mas é totalmente customizado pela Amazon, tanto que o usuário não utiliza a Google Play Store, mas a Amazon AppStore para adquirir aplicativos.

Ele vem em dois modelos, um com 32GB e outro com 64GB de armazenamento. Veja as principais especificações de ambos os modelos:

  • Processador 2.2GHz Quad-core Snapdragon 800 CPU, com Adreno 330 GPU e 2GB de RAM;
  • Dimensões de 139.2mm x 66.5mm x 8.9mm e peso de 160 gramas;
  • Tela de 4.7 polegadas HD LCD display, com resolução de 1280 x 720 e 315 ppi;
  • Câmera traseira de 13MP e frontal de 2.1 MP;
  • Conectividade: Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac, Bluetooth 3.0, NFC;
  • Rede celular: UMTS/HSPA+/DC-HSDPA (850, 900, 1700/2100, 1900, 2100 MHz), Quad-band GSM/EDGE (850, 900, 1800, 1900 MHz), 9 bandas de 4G-LTE (Bands 1, 2, 3, 4, 5, 7, 8, 17, 20).

Quanto às novidades trazidas pelo Fire Phone, você verá logo a seguir nos vídeos que os três itens que a Amazon está divulgando fortemente, e que realmente são muito interessantes, são:

  • Dynamic perspective (perspectiva dinâmica): Na navegação, o Fire Phone percebe movimentos e os utiliza na interação com a interface (por exemplo, inclinando o dispositivo você pode controlar o scroll do conteúdo da tela). Além disso, permite a aplicativos usarem efeitos 3D impressionantes.
  • Firefly: esta tecnologia, acionada através do botão da câmera, permite identificar objetos do “mundo real”, como o número de telefone em um cartaz na rua, ou o endereço de um site em um panfleto, ou ainda a capa de um DVD ou CD. Com isso, ele permite ao usuário tomar ações com base no objeto identificado, como chamar o número de telefone, acessar o site, ou encontrar o DVD na Amazon para comprá-lo (genial para vender mais produtos, não é?).
  • Mayday: este recurso já é conhecido pois já está disponível há algum tempo para os usuários do Kindle Fire. Aqui, a Amazon leva o suporte ao cliente a um nível único neste mercado. Com o Mayday, o usuário aciona o suporte da Amazon e em alguns segundos um analista estará atendendo o usuário em uma vídeo-chamada, e ele poderá ter acesso para fazer configurações diretamente no dispositivo ou mostrar informações na tela do Fire Phone ou Kindle Fire. Impressionante de fato! Mas é tudo em inglês, claro.

E por fim, o preço: ele está sendo vendido nos Estados Unidos por US$199,00 (32GB) e US$299,00 (64GB) com plano da AT&T. O Fire Phone sem plano atrelado de nenhuma operadora sai por US$649,00 (32GB) e US$749,00 (64GB).

Veja o Fire Phone em ação

Vou colocar aqui alguns vídeos que mostram o Fire Phone em ação. Não importa o quanto se explique as novidades que o Fire Phone traz, o melhor é ver. Estes vídeos são em inglês, mas mesmo que você não entenda muito bem a língua, dá para ter uma boa ideia de algumas novidades do Fire Phone.

Primeiro, assista o vídeo oficial da Amazon:

https://www.youtube.com/watch?v=17kRQ67kdaQ

Veja também este vídeo que mostra o Fire Phone sendo usado:

https://www.youtube.com/watch?v=D3AmqEvDqsI

O que você achou? Deu vontade de comprar um? 😉

Tem previsão para chegar ao Brasil?

Infelizmente, ainda não. Ele está atualmente em pré-venda na Amazon americana, com previsão de disponibilidade no dia 25 de julho de 2014.

Eu testei para ver se eles entregariam o produto aqui no Brasil (eles fazem isso com livros, CDs, DVDs e alguns eletrônicos), mas isso não está disponível para o Fire Phone. Então só tem entrega para endereços nos Estados Unidos mesmo (no momento de publicação deste post).

Mas vamos torcer para que tanto o Fire Phone quanto o Kindle Fire chegue logo por aqui.

Concluindo…

Eu gostei muito das novas ideias (ou talvez não tão novas assim) trazidas pelo Fire Phone, e confesso que eu vibro cada vez que vejo novidades em qualquer smartphone ou tablet, pois isso faz com que todos os demais concorrentes se esforcem em melhorar seus próprios produtos.

Eu uso iOS, e sei que é graças ao Android que no iOS 8 teremos widgets, por exemplo. Aliás, demorou!

Eu só torço para que as novidades não estejam tão fechadas em patentes registradas que não possam, de alguma forma, serem trazidas para outras plataformas. Legalmente, é claro. Afinal, quem ganha com isso somos nós, consumidores. E que venham mais novidades!

Dê sua opinião, o que achou do Fire Phone? Você acha que ele será um competidor de peso no mercado de smartphones, ou será mais um produto que ficará à margem dos grandes players?

POR 228x90

Autor: Cristiane Ferreira

Cristiane Ferreira trabalha há 24 anos com Tecnologia da Informação, principalmente na área de Internet. Ela curte tecnologia e gosta muito de escrever, e também gosta de ajudar as pessoas a navegar no mundo dos eletrônicos e Internet.

Compartilhe este artigo no

Participe e faça seu comentário