O novo Kindle chega ao Brasil

Chegou ao Brasil o primeiro modelo da nova leva de e-readers da Amazon, o novo Kindle, aquele que é o modelo mais barato da família. E ele vem com novidades interessantes.

A principal novidade é que agora ele tem tela de toque ou touchscreen (finalmente!). Ele também passa a oferecer mais espaço para armazenamento de ebooks e, segundo a Amazon, um processador 20% mais rápido do que o modelo anterior.

E o melhor de tudo: ele continua com o mesmo preço do anterior, mesmo trazendo estas novidades. Vamos agora conhecer um pouco mais o novo Kindle…

Especificações técnicas do novo Kindle

A principal diferença entre o novo Kindle e o anterior (que eu costumava chamar de Kindle básico) é, sem dúvida, a tela de toque (touchscreen). Este recurso já era aguardado há tempos, principalmente pelo fato de que os concorrentes Kobo e Lev já tinham este recurso nos modelos básicos de suas linhas de e-readers.

O novo Kindle possui uma tela e-Ink com tecnologia “Pearl e-paper” de 6 polegadas, sem luz embutida (este recurso somente está disponível no Kindle Paperwhite, pois o Kindle Voyage ainda não chegou ao Brasil). Se você não sabe como funciona uma tela e-Ink, ou porque todo mundo diz que ela é mais agradável para leitura do que outras tecnologias, leia o post Como funciona a tela e-Ink dos e-readers.

Ele também passa a ter o dobro de espaço para armazenamento de ebooks, contando agora com 4GB. Lembrando que este é o total, deve-se descontar o espaço ocupado pelo sistema operacional, dicionários, manual, etc.

Ele pesa 191 gramas (poucas gramas a mais que seu antecessor) e suas dimensões são 16,9 x 11,9 x 1,02 cm. Ou seja, ele chega a ser menor e mais leve do que alguns livros impressos.

O Kindle básico, em seu novo modelo, continua tendo um ótimo consumo de bateria, sendo que uma carga completa da bateria pode durar, segundo a Amazon, até um mês com a função wireless desligada, baseando-se em uma leitura diária de meia hora.

novo-kindle

Comparação com outros e-readers

Para ajudá-lo a avaliar o novo Kindle em relação a outros e-readers disponíveis oficialmente no mercado brasileiro, vou te mostrar algumas comparações de modelos.

Comparação com o Kindle Paperwhite

Com a chegada do novo Kindle, a diferença entre o modelo básico e o Kindle Paperwhite diminuiu, mas a diferença de preço se manteve.

Por isso, é interessante compará-los para identificar as principais diferenças entre os dois modelos.

Novo Kindle Kindle Paperwhite
Tela Tela de 6″ com tecnologia “Pearl e-paper”, 167 ppi, escala com 16 níveis de cinza Tela Paperwhite de 6″ (15,2 cm) da Amazon, com tecnologia de fontes otimizada, resolução de 1.024 x 758 píxeis a 212 ppi, escala de cinzas com 16 níveis.
Dimensões 16,9 x 11,9 x 1,02 cm 16,9 X 11,7 X 0,91 cm
Peso 191 gramas 213 gramas
Iluminação embutida não sim
Interface Tela sensível ao toque Tela sensível ao toque
Armazenamento 4 GB 4 GB
Tempo de Bateria Até um mês com a função wireless desligada, baseando-se em uma leitura diária de 1/2 hora Até oito semanas com conexão sem fio desligada e brilho configurado na posição 10, baseando-se em uma leitura diária de meia hora.
Conectividade Suporta Wi-Fi b/g/n e protocolos de segurança WEP, WPA, e WPA2 utilizando autenticação de senha ou Wi-Fi Protected Setup (WPS) idem
Conectividade 3G não sim, apenas no modelo com 3G que custa R$ 699,00*
Formatos suportados de ebooks Kindle Format 8 (AZW3), Kindle (AZW), TXT, PDF, MOBI sem proteção, PRC naturalmente; HTML, DOC, DOCX, JPEG, GIF, PNG, BMP por conversão pela Amazon. idem
Preço no Brasil* R$ 299,00 R$ 479,00

* O preço dos e-readers indicados na tabela são aqueles praticados quando este post foi publicado. Confira os preços antes de decidir pela compra de qualquer um destes dispositivos.

Note que a principal diferença entre o novo Kindle e o Kindle Paperwhite é justamente a iluminação embutida. Se você não necessita deste recurso, o novo Kindle passa a ser uma opção interessante para você, por um preço bem mais em conta.

Comparação com outros concorrentes

Se você ainda não se decidiu por um e-reader da Amazon, da Kobo ou da Saraiva (Lev), que são os principais e-readers vendidos oficialmente no Brasil, eu sugiro que você leia o post Comparativo entre os e-readers Kindle, Kobo e Lev.

Neste post, eu faço um comparativo entre os e-readers concorrentes das duas categorias: os modelos básicos sem luz, e os modelos com iluminação embutida.

Conclusão

Se o Kindle básico já era um bom e-reader, agora com tela touch ele tornou-se uma ótima opção. E uma vez que o preço se manteve o mesmo em relação ao modelo anterior, ele chega apresentando um ótimo custo/benefício, principalmente para quem deseja possuir um Kindle da Amazon.

Deixe seu comentário ao final do post: O que você achou deste novo modelo? Você o compraria? O que você sentiu falta neste novo modelo?

POR 228x90

Autor: Cristiane Ferreira

Cristiane Ferreira trabalha há 24 anos com Tecnologia da Informação, principalmente na área de Internet. Ela curte tecnologia e gosta muito de escrever, e também gosta de ajudar as pessoas a navegar no mundo dos eletrônicos e Internet.

Compartilhe este artigo no

17 Comentários

  1. Já chegou meu Paperwhite – que diferença para o Kindle básico que eu tenho ! Agora é só ter disposição para ler tantos livros….

    Envie uma resposta
  2. Oi Cris, minha mãe vai me dar esse Kindle novo de presente, mas tenho uma dúvida: quantos livros ele armazena? Ele vai conseguir abrir os meus epubs?

    Envie uma resposta
    • Olá, olhe ele não lê epub. Para você ler os seus livros epub no kindle tem duas opções:

      – Envia para o email da sua conta kindle os livros escrevendo no assunto convert (a amazom faz a conversão dos livros por você)

      – Ou então, usa por exemplo o calibre para converter. Pode converter para MOBI por exemplo.

      A cris depois explica mas como ela disse que só terça tem disponibilidade para responder aos comentários assim você fica já a saber.

      Em relação ao armazenamento o kindle tem armazenamento no próprio equipamento que é bastante limitado já que não tem a opção para usarmos um cartão de memória porém eles lhe oferecem armazenamento gratuito na núvem penso que de 4gb.

      No fundo são mais de 500 livros. Tudo vai depender o tamanho dos seus livros.

      Parabens pelo seu kindle aproveite-o muito 😀

      Espero ter ajudado. Cump

      Envie uma resposta
      • Só uma observação, ro301: O Kindle não converte diretamente por e-mail os arquivos epub, retorna um e-mail dizendo dizendo o seguinte:

        “O Serviço de Documentos Pessoais do Kindle converte e entrega os seguintes tipos de documentos:
        Microsoft Word (.doc, .docx)
        Rich Text Format (.rtf)
        HTML (.htm, .html)
        documentos de Texto (.txt)
        Documentos compactados (zip, x-zip)
        Mobi book

        Imagens do tipo JPEG (.jpg), GIF (.gif), Bitmap (.bmp) e imagens PNG (.png).
        Documentos no formato Adobe PDF são entregues sem conversão para o Kindle DX e para os Kindles de segunda e de última geração.”

        Sempre prefiro arquivos diretamente em mobi ou convertê-los usando o calibre!

        Envie uma resposta
    • Oi Liliane,
      O novo Kindle tem 4GB de espaço para armazenamento, sendo que parte deste espaço já é utilizado pelo sistema operacional e arquivos que vêm de fábrica. Eu não sei exatamente quanto espaço vem livre, deve ser algo em torno de 3GB.
      O número de ebooks que você poderá comportar no Kindle depende unica e exclusivamente do tamanho dos arquivos que você irá utilizar. E se você for comprar ebooks, há sempre na página do ebook da Amazon a informação de quanto espaço ele ocupa.
      É importante mencionar que você pode usar até 5GB de espaço na nuvem da Amazon para armazenar seus arquivos pessoais (os ebooks que você compra não usam este espaço e não tem limite). Ou seja, você pode enviar 5GB de ebooks para a nuvem da Amazon, e baixar para o seu Kindle quando quiser.
      Quanto a ler EPUBs, o Kindle não lê este formato nativamente, você precisará converter os arquivos. Você pode para isso usar o Calibre, que tem até a opção de fazer conversão em massa – você pode deixar todos os seus ebooks convertendo de uma vez. Dependendo do número de arquivos isso pode demorar, mas pelo menos você não precisará fazer um por um.
      Se você preferir adquirir um e-reader que já leia os seus ebooks em formato EPUB sem precisar converter, então você poderia optar por um Kobo ou um Lev. Dê uma olhada neste post aqui:
      http://www.vidasempapel.com.br/comparativo-e-readers-kindle-kobo-e-lev/
      Acredito que este post responderá melhor suas perguntas. Se tiver mais alguma dúvida, pode perguntar.
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  3. Cris como já disse em comentários anteriores tenho um kindle Keyboard. E a ler o seu artigo parece-me que o kindle continua a não dizer em que página vamos. O que ele faz é dar uma percentagem.

    Gostava que o kindle dissesse o número de página em que vamos, pelo menos essa opção.

    Compreendo que o tamanho do kindle é diferente do tamanho dos muitos livros que alberga além de que se as pessoas aumentarem as letras ou diminuirem ainda alteram mais o número de páginas mas não deixa de ser um indicativo presente nos livros que eu não prescindo.

    Infelizmente perece que a kindle continua a vender os seus equipamentos sem esta opção. É pena. É um dos pontos negativos da marca.

    – Não suporta o formato epub;
    – Não lê bem pdf’s;
    – Agora apercebo-me que não apresenta o número de páginas.

    Envie uma resposta
  4. Simples, acessa o menu superior.
    Do lado direito da lupa de pesquisa aperte nas três barras horizontais.
    Vai em Configurações e por fim liga o modo avião.
    Pronto, wifi desligado.

    Envie uma resposta
  5. Eu tenho um Kobo glo e agora comprei um kindle básico touch…
    Para mim o kobo é melhor pelo tamanho, mas perde no processador, é um pouco mais lento. Ganha na capacidade de armazenamento, pois posso colocar um cartão de memória e expandir e na versão Glo a luz é realmente muito vantajosa.
    Por outro lado, o kindle tem uma “pegada” mais confortável, mesmo sendo ligeiramente maior e falta a luz. O kobo é mais divertido com as opções de colocar a capa do livro na tela, o processo de leitura também é melhor. O kindle, porém, tem o recurso flash cards de palavras desconhecidas.

    Você sabe me dizer como eu desligo o wifi do kindle?

    Envie uma resposta
    • Olá! Peço desculpas pela demora em te responder. Infelizmente este blog demanda mais tempo do que eu tenho… 🙁
      De qualquer forma, agradeço muito o seu comentário, eu acho ótimo quando leitores contribuem com este tipo de comparação, isso ajuda muito os demais leitores que estão pesquisando para escolher um e-reader para comprar.
      O leitor Walter respondeu sua pergunta sobre como desligar o wi-fi, mas não sei se você viu. De qualquer forma, aqui vai novamente:
      “Simples, acessa o menu superior.
      Do lado direito da lupa de pesquisa aperte nas três barras horizontais.
      Vai em Configurações e por fim liga o modo avião.
      Pronto, wifi desligado.”
      Um grande abraço!

      Envie uma resposta
  6. Bom dia, Cris.

    O novo kindle básico está num preço super acessível e sendo touch screen, agora só falta ele passar a ter iluminação também (risos). Mas isso será questão de tempo.

    Achei ele ótimo, mas o que me faz pensar em adquirir o paperwhite é justamente pela iluminação. Enfim… é isso.

    Abraços!

    Envie uma resposta
    • Olá Fernanda,

      Me encontro no mesmo dilema que o seu: “Com luz ou sem luz?”… kkk
      Pretendo adquirir em breve meu primeiro e-reader, provavelmente o Kindle. Mas realmente não sei qual escolher. Porque por mais que eu tenha um abajur ao lado da cama, fico pensando em outras situações que iriam requerer iluminação.
      Certo, isso acabou não sendo uma resposta, me desculpe. Mas a dúvida é a mesma… E espero que encontremos a melhor resposta.

      Boa tarde!

      Envie uma resposta
      • Fernanda Barros e Aila, façam o cadastro no site da amazom, mesmo sem kindle, instalem o app no celular se for o caso.
        Falo isso pois sempre tem promoções e grandes descontos na venda do Kindle PW. Sempre em grandes datas comemorativas aparecem bons descontos, então vale a pena se cadastrar no site para receber avisos sobre. Vale a pena também ficar visitando.
        Claro que o kindle básico sairia bem mais barato em uma dessas promoções, mas entre com luz ou sem luz, eu fico com luz.

        Envie uma resposta
    • Fernanda, eu acho que para quem está querendo entrar no mundo dos ebooks, o novo Kindle é uma ótima opção.
      E agora, a maior diferença entre ele e o Paperwhite é justamente a iluminação. Então se isso for importante, não tem jeito, tem que ser o paperwhite mesmo.
      Abraços!

      Envie uma resposta

Participe e faça seu comentário