Como ler ebooks pessoais no Kindle (e-reader e aplicativo)

Se você possui um e-reader Kindle, ou possui um tablet ou smartphone onde você utiliza o aplicativo Kindle, saiba que você pode ler seus ebooks pessoais neles, não somente aqueles comprados na Amazon. Eu já mencionei isso em vários posts, mas achei melhor escrever um post organizando as informações e incluindo também links de tutoriais já publicados para facilitar para você.

Vale lembrar que ebooks pessoais são aqueles arquivos de ebooks que você possui que não possuem DRM (proteção contra cópia). Ou seja, o que vou explicar aqui não se aplica a ebooks comprados em outras lojas como Cultura ou Saraiva.

Mas antes de prosseguir, devo avisar que a leitura de ebooks pessoais não está disponível para o aplicativo Kindle para desktops e nem para o Kindle Cloud Reader, onde você poderá ler apenas ebooks adquiridos na Amazon. Para deixar claro, você poderá ler seus ebooks pessoais apenas nos e-readers Kindle (Kindle básico, Kindle Paperwhite, etc) e também no aplicativo Kindle para dispositivos móveis.

Como funciona a leitura de ebooks pessoais

Antes de mais nada, é importante entender que há duas formas de você ler ebooks pessoais no Kindle: (1) por cópia direta ou (2) através da nuvem da Amazon, usando o chamado Serviço de Documentos Pessoais do Kindle (Kindle Personal Documents Service).

Escolher uma destas duas formas implica em escolher como você irá transferir seus arquivos para seu Kindle. Além disso, o Serviço de Documentos Pessoais do Kindle da Amazon oferece alguns extras que é bom você conhecer para levá-los em consideração no momento de escolher qual destas duas formas você usará.

Vou explicar melhor como cada uma destas formas funciona nos próximos tópicos, e depois falarei sobre os formatos de arquivos suportados, pois a lista difere dependendo da forma escolhida.

Copiando arquivos diretamente para o Kindle

A primeira forma que mencionei acima, a leitura de ebooks pessoais por cópia direta (esse foi um nome que eu dei para facilitar a explicação), implica que você copiará os arquivos de seus ebooks pessoais diretamente para o Kindle ou para o aplicativo Kindle.

Ou seja, no caso do e-reader Kindle, você o conectará ao seu computador e fará a transferência dos arquivos via cabo USB. No caso do aplicativo Kindle, o procedimento depende do sistema operacional do dispositivo móvel.

Se você possui um e-reader Kindle, leia o post Como colocar livros para ler no Kindle manualmente, que explica como copiar os arquivos via cabo USB para seu Kindle. Ou você pode também usar o aplicativo Calibre para fazer esta cópia diretamente de sua biblioteca para o Kindle, conforme eu explico no post Como transferir ebooks para o Kindle através do Calibre.

Se você utiliza o aplicativo Kindle no iOS, leia o artigo Como transferir ebooks para o aplicativo Kindle no iPhone ou iPad.

Note que, para usar este método de cópia direta, o arquivo deve já estar no formato suportado (falarei mais sobre isso adiante). Se for necessário convertê-lo, faça-o antes de copiá-lo, e copie o arquivo convertido.

OBS: Se você baixar um arquivo da web no iOS, Android ou Windows, e abrí-lo diretamente no aplicativo Kindle, isso também é considerado cópia direta.

Usando a nuvem da Amazon

A segunda opção, e pessoalmente a minha preferida, é usar a nuvem da Amazon, ou o chamado Serviço de Documentos Pessoais do Kindle.

Este serviço funciona da seguinte forma: você envia os arquivos de seus ebooks pessoais para a Amazon (explicarei como daqui a pouco), e estes arquivos ficam armazenados lá, na “nuvem“. Aí, basta baixá-los para o Kindle (e-reader ou aplicativo) via wi-fi, como se fosse um ebook comprado na Amazon.

Ao usar este serviço, a Amazon faz o sincronismo do ponto de leitura, anotações, marcadores e destaques dos seus ebooks pessoais, contanto que eles estejam na nuvem da Amazon. Ou seja, você pode continuar a leitura em qualquer dispositivo móvel ou no e-reader.

A Amazon dá 5GB de espaço para o usuário armazenar seus arquivos pessoais gratuitamente. Se você utilizar o Amazon Cloud Drive no seu smartphone, ganha mais 5GB. Uma vez que o Kindle não possui entrada para cartão de memória, como o Kobo e o Lev possuem, esta é uma forma de você armazenar mais ebooks, e baixá-los conforme necessário, poupando assim a memória interna do dispositivo.

Como enviar arquivos para a nuvem da Amazon

Há duas maneiras de enviar os arquivos de seus ebooks pessoais para a nuvem da Amazon: por email ou usando o aplicativo Send to Kindle. Eu recomendo que você configure ambas, para ter as duas opções à mão quando precisar e assim poder escolher a mais conveniente em cada ocasião.

Para enviar arquivos por email, você precisará primeiro identificar qual é endereço de email correspondente ao seu e-reader ou aplicativo Kindle, e também cadastrar o seu endereço de email pessoal na Amazon para que ela aceite emails enviados deste endereço. Você encontrará um passo-a-passo detalhado de como fazer isso no post Como transferir arquivos para o Kindle por email.

Se você utiliza o Calibre para gerenciar seus ebooks pessoais, pode aproveitar e usá-lo para enviar os arquivos por email para a Amazon. Para isso, siga os passos do post que mencionei no parágrafo anterior, e depois siga os passos do post Como enviar ebooks por email para o Kindle através do Calibre.

Outra opção para enviar ebooks pessoais para a nuvem da Amazon é utilizar o aplicativo gratuito Send to Kindle, provido pela própria Amazon. Você instalará este aplicativo no seu computador, e com ele poderá enviar arquivos arrastando-os para este aplicativo, ou diretamente do gerenciador de arquivos de seu sistema operacional ou até mesmo via impressora virtual. Veja como fazer isso no post Como usar o Send to Kindle no seu computador.

Uma vez que o arquivo esteja na nuvem da Amazon, você poderá baixá-lo para o Kindle como se fosse um ebook comprado.

Como remover arquivos da nuvem da Amazon

Se você apagar um ebook do Kindle (e-reader ou aplicativo) que foi enviado para a nuvem da Amazon, ele será removido do dispositivo e continuará na nuvem, podendo ser baixado novamente posteriormente.

Para apagá-lo da nuvem em definitivo, siga os passos descritos no post Como remover ebooks Kindle da sua biblioteca na Amazon. Lembrando que ao remover um ebook da nuvem, você perderá também as anotações e destaques feitos naquele ebook.

Como colocar capas nos seus ebooks pessoais

Embora este item não esteja diretamente associado ao assunto, eu acredito que seja importante incluí-lo aqui.

Se o seu ebook pessoal não tem capa, ou se a capa dele não aparece quando você o coloca no Kindle, então siga o procedimento descrito no post Como colocar capas nos ebooks com o Calibre.

Formatos suportados

Agora que você já sabe como ler arquivos pessoais no Kindle, é importante saber quais são os formatos suportados de arquivos que você poderá ler. Eu deixei este tópico para o final pois a lista muda dependendo do método que você pode utilizar para transferir os arquivos que eu expliquei acima.

Para arquivos que serão copiados diretamente para o Kindle (via cabo USB), os formatos suportados nativamente são:

  • Kindle Format 8 (AZW3)
  • Kindle (AZW)
  • TXT
  • PDF
  • MOBI sem proteção
  • PRC

Se você optar por enviar os arquivos para a nuvem da Amazon, você terá suporte à lista de formatos acima, e a Amazon também oferece um serviço gratuito de conversão de formatos de arquivos que aceitará e converterá automaticamente os seguintes formatos:

  • HTML
  • DOC
  • DOCX
  • RTF
  • JPEG
  • GIF
  • PNG
  • BMP

Note que você também pode utilizar este serviço de conversão da Amazon para converter arquivos em formato PDF para o formato nativo do Kindle, na tentativa de melhorar a leitura (isso é opcional, você pode ler arquivos PDF sem fazer a conversão). Para isso, leia o post Como converter arquivos PDF para ler no Kindle através da Amazon.

Ainda sobre o formato PDF, que pode um tanto problemático para leitura em e-readers, eu recomendo que você veja os artigos da série que eu escrevi sobre a conversão e otimização deste formato.

Conclusão

Como você pode ver, você tem várias opções para ler seus arquivos pessoais no Kindle, desde a simples cópia via cabo USB, até o uso do Serviço de Documentos Pessoais do Kindle que conta com sincronismo e conversão de formatos.

Eu particularmente prefiro usar a segunda opção, e geralmente eu envio os arquivos via email através do Calibre, onde eu gerencio minha biblioteca de ebooks. Quando tenho que enviar vários arquivos, que é um pouco mais demorado no Calibre, eu abro o diretório onde eles estão no Calibre e vou arrastando-os para o Send to Kindle.

Desta forma, meus ebooks pessoais também ficam na nuvem, e fica muito mais fácil ter acesso a eles de qualquer um dos meus dispositivos, no meu Kindle, no iPad ou ainda no iPhone, onde eu tenho o aplicativo Kindle instalado.

Deixe seu comentário e diga se você já leu arquivos pessoais no Kindle, qual método usou e o que achou. Se tiver dúvidas, envie suas perguntas.

Autor: Cristiane Ferreira

Cristiane Ferreira trabalha há 24 anos com Tecnologia da Informação, principalmente na área de Internet. Ela curte tecnologia e gosta muito de escrever, e também gosta de ajudar as pessoas a navegar no mundo dos eletrônicos e Internet.

Compartilhe este artigo no

8 Comentários

  1. Oi Cris!

    Então, eu uso em 99% dos casos o Send To Kindle para enviar livros “externos” (que não foram comprados na Amazon) ao meu dispositivo Kindle. No entanto, reparei que a leitura deles não fica sincronizada na última página que parei, nem as anotações e marcações. Tudo fica guardado apenas no dispositivo kindle, mas não é sincronizado com a nuvem, o android ou o kindle reader do meu PC.

    Há alguma forma de resolver esse problema? Isso incomoda pois são excelentes livros, e seria interessante preservar suas marcações, destaques e a última página lida.

    Abraço.

    Envie uma resposta
    • João Marcos,
      Confira se, ao usar o Send to Kindle para enviar os arquivos para o Kindle, você marca (liga) a opção “Save to Amazon Cloud Drive”.
      Outra coisa para checar é se a sincronização do Whispersync está ligada. Vá ao site da Amazon, vá até o rodapé de qualquer página, e clique em “Gerencie seu conteúdo e dispositivos” abaixo do título “Deixe-nos ajudá-lo”. Na página que será aberta, clique na aba “Configurações”, e verifique se a sincronização de dispositivos está ligada.
      Não me recordo de mais nenhuma configuração que possa interferir nisso.

      Envie uma resposta
      • Oi Chris!

        Acabei de conferir meu Whispersync, ele está ligado por padrão. Será que o fato de ter comprado meu kindle na amazon brasileira, mas ter mantido minha conta Amazon na matriz americana (amazon.com e não a amazom.com.br) não interfere nisso? O estranho é que essa falta de sincronização só ocorre com livros que peguei do PC e enviei ao Kindle via Send to Kindle.

        Os livros da Amazon estão sincronizados normalmente.

        Envie uma resposta
        • João Marcos, é estranho mesmo. Mas o fato de você ter mantido seu usuário na loja americana não deveria interferir não.
          Eu sugiro que você entre em contato com o suporte da Amazon mesmo. Eles costumam responder com qualidade, acredito que eles poderão te ajudar melhor, principalmente caso haja algum problema que não esteja visível do lado do usuário.

  2. Oi João,tenho um kindle paperwhite e gostaria de enviar pra uma amiga que tbm tem kindle um ebook que comprei na amazon mas não sei se é possível,tem como vc me ajudar?

    Envie uma resposta
  3. Eu baixei um arquivo mobi direto da internet para o kindle (paperwhite) e deu certo.. só que no site da amazon não aparece este arquivo pessoal, mas está no kindle e boa.

    Envie uma resposta
  4. Sinto falta de poder fazer isso do próprio Kindle, pena que a Amazon não ajuda nisso. Não podemos nem compartilhar citações de ebooks pessoais também.

    Envie uma resposta

Participe e faça seu comentário